Não vale nada mas vale muito

| 0 comentários
avaí banner

@avaifc presta atenção

| 0 comentários
- Diariamente, ocorrem aproximadamente 3,3 bilhões de menções a marcas só nos EUA
- 66% dessas menções são, na maioria, positivas
- 59% das pessoas confiam no boca-a-boca offline
- 49% consideram o boca-a-boca online de alta credibilidade
- 27% pagariam 15% mais para ter uma experiência melhor
- 55% recomendariam uma empresa por seu atendimento

Fatores que influenciam uma compra
54% boca-a-boca

47% informação de um site
42% e-mail de um amigo

Não sabem nem enrolar

| 0 comentários
"Comunicado sobre os ingressos. Início da venda dos bilhetes foi transferido para esta quinta-feira dia 1º, às 9h. Informamos que por problemas técnicos está suspenso o início da venda dos ingressos para o clássico de domingo na Ressacada. Os bilhetes começariam a ser vendidos às 14h desta quarta-feira, dia 30, na Ressacada e nos postos autorizados. Porém, por dificuldades no sistema, não será possível. Fica transferido para às 9h desta quinta-feira, dia 1º de dezembro, o início da comercialização dos ingressos. Contamos com a colaboração de todos". Fonte adivinha, adivinha.

O antigo drama dos preços

| 10 comentários
Apontar os três maiores problemas da administração João Zunino é facílimo: comunicação, relacionamento com o torcedor e política de preços. O primeiro é um caos. O segundo é desconhecido em seus conceitos mais simples. O terceiro é um tipo de proveta onde se fazem testes baseados no feeling do pessoal. Aqui é o mercado que tem que se render ao Avaí.

Esse drama já dura uns três anos. Várias experiências foram feitas com o torcedor avaiano, o ratinho de laboratório por excelência, e não teve jeito dos caras aprenderem com os erros. Agora mesmo a diretoria resolveu garantir uns extras no último jogo da temporada fazendo mais uma daquelas danças loucas de preços para os ingressos. O tiro saiu pela culatra, é claro.


Tentou-se um migué, uma engenharia atabalhoada para dar uma facada de até R$100 nos visitantes praticando preços diferenciados. Um rolo. O Ministério Público de SC e o Procon não gostaram da ideia e acenaram com multa caso essa traquinagem não fosse abolida. E foi, com o rabinho entre as pernas. Agora é um carnaval de preços e setores no estádio.

Num certo dia de setembro

| 2 comentários
Torcida Nota 20 está de volta. Até o final do ano, cerca de 5 mil ingressos a R$20 estarão a disposição do torcedor por jogo. (...) E para o estádio ficar completamente lotado, cerca de 5 mil ingressos já estão à disposição do torcedor avaiano ao preço de R$20. A medida valerá para todos jogos na Ressacada até o final do ano.

O Avaí que a gente quer

| 2 comentários

Na base do feeling

| 1 comentários
Na verdade não há nenhum problema com os ingressos na Ressacada. São bonitinhos, bem impressos, o material é de boa qualidade, enfim, o que pega mesmo é o valor deles. E foi sobre esse "detalhe" que os senhores do CD se debruçaram ontem a noite. Minto, não deu nem de se debruçar sobre a questã. Como já acontece desde o fim de 2009, o pacote já chegou na mesa diretiva pré-formatado. Discussão, nem pensar.

A estratégia rasteira de apresentar o plano em cima do laço para não ter tempo para os questionamentos foi reutilizada. Pesquisa de mercado e de satisfação do cliente? Mofas. Pesquisa é algo que passa longe dos homens de negócios da Ressacada. Fez-se uma média entre os preços praticados pelo Criciúma e pela "paixão recolhida localizada no Estreito" e o plano está pronto. Para finalizar, o argumento técnico infalível: "Eu acredito no torcedor do Avaí". Palmas efusivas.

Críticas ao "modelo Avaí" de gestão

| 0 comentários
"É um negócio, um supermercado. Não existe nenhuma ideia de que o Fig... seja uma continuidade. Pode dar certo em um ano e dar tudo errado no ano que vem, porque metade dos jogadores pode ser vendida. Se o empresário é dono do clube, ele trabalha para ganhar dinheiro, não trabalha para a torcida". Comentário do editor de esportes do jornal "O Globo", Toninho Nascimento, no programa "Redação SporTV" desta terça-feira.

Apenas a lamentar

| 3 comentários
Poderia-se discutir o novo plano de mensalidades implantado para 2012, afinal esse era o principal ponto a ser tratado pelos senhores Conselheiros do Avaí. Entretanto o fato de estar presente, mesmo que do lado de fora, nos traz uma percepção completamente diferente do que realmente é importante. E ontem esse "importante" não foi o clube.

Nós, avaianos, que estamos cansados de acompanhar atitudes atabalhoadas nestes últimos anos, acreditamos que o próximo ato da diretoria será o de remissão dos pecados. É um tipo de esperança infantil, eu sei, mas é o que acreditamos. Mas ao testemunhar a repetição dos mesmos erros, o mesmo show de amadorismo e as armações ilimitadas daqueles que pretendem se perpetuar na mediocridade, a sensação que se tem é de indignação.

Comprovando minha teoria que hoje somos uma torcida ingênua, ainda bebê e que grita muito só no Twitter, poucos foram os presentes. O torcedor avaiano virtual é virtual mesmo, o que significa ainda mais dificuldades para que possamos ajudar nosso clube. No mais, indico a leitura do texto de hoje do blogueiro Assis, que deixa claro o seu descontentamento pelo "espetáculo" de ontem a noite.

Resumo da ópera desafinada

| 2 comentários
Ontem, como bem sabemos, o Conselho Deliberativo do Avaí se reuniu para discutir, principalmente, o novo plano de mensalidades para locatários de cadeiras em 2012. A reunião teve os mesmos contornos de amadorismo que tão bem conhecemos, mas desta vez o Infoesporte teve a felicidade de entrevistar o Conselheiros Adir José, um dos 20% que não servem de massa de manobra, que nos descreveu o cenário onde tudo isso ocorreu:

- Um plano desta importância só pode ser apresentado ao Conselho depois de uma séria, comprometida e aprofundada análise mercadológica. O que se fez foi comparações com outros clubes com realidades distintas. Lamentei que mais uma vez tenham usado o expediente do atropelo nas votações. Uma primeira proposição, do próprio presidente Nereu, de se avaliar primeiro se o plano estava em condições de ser votado foi solenemente ignorada.

- Ao final, ficou difícil saber quem votou contra a possibilidade de o plano ser votado naquele momento, meu caso, ou em quem votou contra o plano efetivamente. Este tipo de atropelo e a justificativa de que o plano deve ser aprovado a qualquer custo pela urgência do início do ano seguinte se aproximando se repetiram novamente. Isto é, com certeza, prejudicial ao clube.
Para quem acompanhou o processo do plano de sócios desde a sua concepção, sabia, com o fracasso que ele demonstrou, que a readequação ocorreria fosse para evitar a tragédia do rebaixamento, fosse em razão dela. Infelizmente, se deu pelo último motivo.

- Também me preocupam as consequências da rescisão de contrato com a empresa gestora do plano anterior. Quanto isto irá custar para o Avaí e de que forma o fracasso observado foi cobrado deles. Quando questionei sobre isso, recebi de forma lacônica a resposta de que o (departamento) jurídico estava cuidando disto e que foram feitas avaliações de resultados que levaram à conclusão da vantagem de rescindir o contrato.

Os caras não aprendem

| 7 comentários
Acabo de chegar da vigília sócio-cultural-esportiva da reunião do Conselho Deliberativo do Avaí. Como já era esperado, poucas pessoas do lado de fora, os desassistidos de Zunino e cia. Do lado de dentro um número surpreendente, cerca de 120 conselheiros. Teve de tudo um pouco, mas nada desse pouco foi pautado pelo respeito e profissionalismo que o Avaí merecia. O mesmo espetáculo circense dos últimos anos se repetiu. Votações à toque de caixa, explanações sem critérios técnicos e o já tradicional vazamento de notícias. A reunião ainda não havia acabado e a RBS já havia exibido matéria com os novos preços a serem praticados na Ressacada. Eis a "Nova era".

Homenagem

| 0 comentários

O Avaí precisa ser apenas nosso

| 1 comentários
Há anos questiono a efetividade dos torcedores que navegam nas redes sociais. Fora eventos de apoio e oba-oba regado a muita gelada, não recordo de ações de cunho participativo nas coisas mais importantes do dia-a-dia. A não ser uma tentativa isolada de uns 30 torcedores organizados em protestar contra a política de valores abusivos dos ingressos, e isso apenas dois anos depois de implantada. Foi um breve estalo de cidadania esportiva.

Ainda estamos longe de uma consciência democrática que nos insira na Ressacada. Ainda somos torcedores de arquibancada, excessivamente temerosos em falar ou agir de modo a sermos apontados como agitadores ou pseudo-avaianos. Foram anos plantando essa culpa em nosso cerebelo incessantemente, então não será num estalar de dedos que daremos cabo nessa sina à imobilidade. A vontade de não querer se envolver é enorme, de sua parte e da minha, por isso precisamos entender aqueles que preferem apenas aguardar em silêncio.

Mas nada é mais legítimo que se dirigir essa noite ao bairro Carianos para acompanhar a "desenvoltura" de nossos conselheiros numa reunião que precisa dar um primeiro passo no caminho da instauração da ética e organização administrativa. Não faltam questionamentos para qualquer área do clube. As dúvidas são muitas, as coisas mal explicadas se acumulam e a sensação de arrendamento do Avaí é nítida.

Não espero nenhum milagre. Por sinal, já estou com o espírito preparado para mais uma peça circense encenada por senhores que só fizeram tirar o seu da reta nos últimos anos. Mas uma coisa é certa: hoje estarei lá para, quem sabe, fazer parte de um momento histórico onde o Avaí finalmente voltou a ser um clube de futebol. Apenas de futebol.

E a coerência, vai bem?

| 6 comentários
"Foi constrangedor esta tarde no Couto Pereira a ausência da imprensa de Florianópolis . Apenas o repórter Romulo Balbinotti da CBN". Declaração melancólica de Gastão Dubois, assessor de imprensa do Avaí, ao perceber o abandono da parceira imprensa da capital ao clube que expulsou seus torcedores do estádio.

Avaí e RBS in love again

| 7 comentários
Carlito Arini chegou cantando de galo. Prometeu localizar e demitir o X9 que dedurava o que acontecia nos vestiários do Avaí. Quando viu quem era o moço, eminência parda das hostes azurras, baixou a bola e disse ter coisas mais importantes para fazer. Mas as informações para Roberto foram cortadas. Por apenas três dias, mas foram cortadas.

Roberto ficou enlouquecido. No último Debate Diário de sexta-feira apenas 7min dedicados ao Avaí. Em paralelo a esse puxão de orelhas, uma nota no DC deixava clara a queda de braço. Aquela da greve dos jogadores já havia sido vencida com um pé nas costas. Ontem nenhuma rádio transmitiu o jogo do Avaí. Patrocinadores enfurecidos, dirigentes pressionados.

Calma, tudo voltou ao normal. Quem não tem competência, que se estabeleça. Em breve você terá “quentinhas” novamente repassadas pelo amigão Roberto. A parceria retornou.
E a tradicional pelada de fim de ano na Ressacada com a imprensa deve ser mantida, claro que sim.

O Avaí e seus extremos

| 1 comentários
O Avaí conseguiu. Aliás, a diretoria do Avaí conseguiu. Agora detém a melhor (2009) e a pior participação de um clube catarinese do campeonato brasileiro da série A na era dos pontos corridos. E de quebra, é o primeiro clube catarinense a terminar o campeonato na lanterna. Com o sprint final do América, a última posição já é nossa e ninguém tasca. Um fim de temporada melancólico. Patético, digno de dirigentes que estão hoje entre os mais incompetentes do Brasil. Se quiserem, os conselheiros do clube têm argumentos de sobra para colocarem Zunino e cia numa sinuca de bico nesta noite. Basta gostar um pouquinho do Avaí. Só um pouquinho.

O evento mais importante do ano

| 0 comentários
avai dia 28

Lanterna garantida

| 3 comentários
O sparring do Brasileirão 2011 perdeu mais uma: Coritiba 1x0 Avaí. Não foi uma derrota tão ridícula quanto tantas que assistimos nesse campeonato, mas ainda assim foi mais um capítulo da novela "Estamos evoluindo". De diferente mesmo foi ter tomado apenas um gol e termos três expulsos: Fabiano, Fernandinho e o mito Neguinho. Com o insucesso de hoje somam-se 21 derrotas em 37 rodadas, com a defesa mais vazada (74), num aproveitamento total de 27%.

Graças a números contundentes, o Avaí já tem garantida a lanterna geral da temporada, sendo o único time a permanecer na zona de rebaixamento de ponta a ponta. Uma temporada femonemal. Mas ainda nos resta um último suspiro de dignidade. Não, o clássico, não. Não seja ridículo. Estou falando da vigília que os avaianos prometem fazer amanhã a noite para acompanhar a reunião do Conselho Deliberativo do Avaí. Mais importante que qualquer treino que já tenhamos organizado.

Uma missão pequena

| 3 comentários
É lamentável perceber a "engenharia de informação" que começa a tomar corpo à partir do interior dos muros da Ressacada. Diante de descalabros administrativos que são razões mais que suficientes para o impeachment de todo o corpo diretivo, tenta-se encorpar a estratégia "Nova era" à fórceps. Assim, todas as mazelas da temporada 2011 podem ser jogadas para debaixo do tapete com uma possível vitória no clássico da última rodada. Recorre-se à ingenuidade do torcedor e à sua tendência de esquecer o passado recente, bastando para isso alijar o rival de participar da Libertadores do ano que vem. Pronto, a missão do Avaí no campeonato estará cumprida. É uma pouca vergonha ver os cartolas avaianos usando a sua tão famosa tolice para esse circo teatral.

Emoção zero

| 0 comentários
Hoje o que restou do Avaí vai a Curitiba enfrentar o Coxa. Pré-rebaixado con quatro rodadas de antecedência, o único objetivo de Neguinho e cia é não entregar o jogo por WO. Se nas 35 rodadas anteriores esse bando já não fez nada que prestasse, imagine agora nessa situação vergonhosa. Hoje lamentamos o fato de que o clube é apenas uma peça secundária a ser encaixada na tabela da competição. Tem que entrar em campo para não chatear a CBF. Há quem aposte que os bagaceiros arregimentados por Zunino entregarão só para atrapalhar o sonho do time do outro lado da ponte ir para a Libertadores. Se querem isso, basta jogar com a "mesma disposição" de sempre. Toca.

No dia 28

| 0 comentários
avaí kkk

É só fazer a faxina

| 1 comentários
Hoje uma empresa do Grupo RBS, aquela que sempre apoiou o Avaí, abriu matéria sobre a revolta dos torcedores avaianos nas redes sociais que estariam pedindo a renúncia de João Zunino. Zunino admite de passagem ter cometido erros e até assume a culpa, mas rechaça de maneira veemente a possibilidade de largar o osso há dois anos do fim do seu mandato. ClicEsportes

Sinceramente não vejo unanimidade entre os torcedores sobre essa pouco provável renúncia. Como já dito aqui anteriormente,
por mim vai até o final, isso se providenciar a faxima moral e profissional que o Avaí precisa. Entretanto não esquecerei o que esse senhor fez com nosso clube nesses últimos dois anos. Aliás, 2008 e 2009 foram um breve hiato de imensas bobagens administrativas.

Pensando alto

| 1 comentários
"Esse mundo gira muito rápido, tão rápido, que não dá nem tempo de uma gota de veneno cair no chão. Será que vai ter futebol de confraternização no gramado da Ressacada em dezembro?" Comentário filosófico de Adriano Assis, motivador social, ativista azurra e líder revolucionário que levará avaianos a Ressacada no dia 28 para acompanhar a reunião do CD. E como ninguém é de ferro, nas horas vagas derruba uma gelada e faz a amada feliz (não necessariamente nessa ordem).

Sem segredos

| 0 comentários
Chegou ao fim a tática fracassada de esconder a escalação da equipe até os 45min que antecediam o início da partida. Neguinho, o mito do Carianos resolveu chutar o pau da barraca e anunciar o time titular com 48hs de antecedência. Como diriam Gallo e Toninho Cecílio, estamos evoluindo à olhos nus. A ideia é poupar os "guerreiros" para o clássico da última rodada, então nada de escalar os medalhões. Cláudio Caçapa, Daniel, Lincoln e Bruno ficam em Floripa. Então anote aí os prováveis onze de amanhã, com destaque para os úteis: Moretto; Arlan, Welton Felipe, Cássio e Fernandinho; Acleisson, Diogo Orlando, Robinho e Leandrinho; Cleverson e William.

Dignidade tardia

| 0 comentários
E assim, do nada, sem mais nem menos, a palavra de ordem entre jogadores, comissão técnica e diretoria é dignidade. O pacto pela vitória, aquele de uma família unida e com um só objetivo, coitado, já era. Então como não se pode esperar muito da criatividade e inteligência desse povo todo, toca o discurso de acabar o campeonato do rebaixamento com a cabeça erguida. Mas nada disso tem a ver com o jogo de amanhã contra o Coxa. Não, nada a ver. Amanhã um time misto deve apenas evitar o WO, pois a meta é ganhar aquilo que se batizou de campeonato particular, o clássico da última rodada. Pensam eles que uma vitória derrradeira será o ponto de partida da perda de memória do torcedor avaiano, a arrancada para o ano do VOLTAREMOS. Tolos.

Quando os cartolas não atrapalhavam

| 2 comentários

Novas

| 0 comentários
O site Avaí informa que hoje a tarde o elenco realizaria um trabalho técnico sob o comando do indemitível auxiliar Neguinho. Tudo normal, até o momento em que ficamos petrificados pela "surpresa" de que no treino de ontem capitão William sentiu dores na altura da virilha e deixou o campo para ser examinado pelo médico. Periga não jogar contra o Coxa. O problema é que depois de tantas mentiras contadas oficialmente por pessoas constantes na folha de pagamento do clube, já não conseguimos acreditar em mais nada. Muito pelo contrário, se o "Avaí" disse, então é enrolation.

Quem te viu, quem te vê

| 5 comentários
Fortes as palavras do cronista esportivo mais bem informado das coisas do Avaí em sua coluna de hoje no DC. Sua metralhadora giratória não poupa críticas a ninguém. Confesso que não entendi nada. De amigo íntimo à "detonador de cartola" em menos de uma semana. Quem diria.

Péssimo exemplo
"O Avaí vai terminar o ano como começou, com um erro atrás do outro. Já não se acredita em ninguém dentro do clube. Quer dizer que um jogador dá uma cabeçada no colega, diz que estava com sangue quente e fica tudo em paz? Lincoln pediu desculpas, William não explodiu a “bomba de Hiroshima” e os 50% que não têm condições de estar na Série A vão jogar e, se duvidar, vão ficar para 2012. Estão brincando com a história do Leão. A tão anunciada austeridade futura já está quebrada.

A primeira grande decepção não é nem com o novo homem do futebol, Carlos Arini, e sim com o presidente, João Nilson Zunino. O primeiro mandatário, mais uma vez, permitiu que rasgassem a bandeira do clube com a continuação da indisciplina. E o futuro? E o exemplo aos demais? Tudo engodo. É um desrespeito atrás do outro.
O cidadão tem contrato até 31 de dezembro, já mostrou que não tem comprometimento com o clube e vai voltar a vestir a camisa azurra?

Saul Oliveira, José Amorim, Osni Meira, João Salum, Nicolino Tancredo e Aderbal Ramos da Silva devem estar se remoendo nos túmulos.
Melhor seria colocar o time juvenil em campo para terminar o campeonato e liberar os indisciplinados. Pelo menos os garotos têm dignidade".

Vai ser engraçado

| 2 comentários
Nada não, mas fico aqui imaginando a vontade dos jogadores da LA Sports emprestados ao Avaí e que agora tem pela frente o clube premium de seu patrão, o Coritiba, muito possivelmente a sua "casa" em 2012. Sim, todos eles acreditam ainda terem chance num clube de série A. Se já não jogaram bola quando o salário estava em dia e ainda havia aquele pacto fake pela vitória, imagine agora que a vaca já foi pro brejo com sino, bezerro, badalo e o próprio cowboy. Coxa e Avaí pode ser um jogo para o torcedor rir... ou chorar, dependendo do ângulo que se olhe.

É só mais um

| 3 comentários
Poucos profissionais me deixaram tão pouco esperançoso ao chegar na Ressacada quanto o novo homem forte do futebol, o senhor Carlito Arini. Com declarações fortes, bem postadas, articuladas e sem nenhum valor prático, o ex-empresário da bola dá mostras de ser mais um a servir de para-raio para as decisões de Nilson Zunino. Não tem voz de comando, não cumpriu as poucas coisas que prometeu até o momento e não possui um currículo que nos faça crer numa reviravolta em termos de organização. Deve ser o timoneiro do tradicional desmanche de fim de ano e aparecer vez por outra para desmentir o que todos sabem ser a pura verdade. Nada mais.

Valeu, Zunino

| 1 comentários

Avaí e Nike, hoje nada a ver

| 9 comentários
A Nike anda ciscando por aí. Já fornecendo material esportivo e muita grana de luvas para os seus "abençoados" nacionais (seleção brasileira e Corinthians), pode fechar com Internacional, Santos, Atlético Mineiro, Coritiba, Vasco e Bahia para 2012. Mais que status, é uma questão de se ter mais uma fonte de renda fica todo mês e disso ninguém quer abrir mão.

O business têxtil não está restrito apenas aos "grandes". Os médios e até mesmo os pequenos já negociam a cessão de seus mantos sagrados para as máquinas de costura com grife mundial. Os primos-segundos aqui do lado, por exemplo, trocarão a Fila pela Penalty pelo dobro do contrato atual. Quanto ao Avaí, bom, deve cumprir seu féritro com a Fanatic (que
apresentou a nova camisa do Metropolitano) até o fim do mandato de Zunino. Mais dois anos, talvez...

Em pizza, claro

| 0 comentários
Diogo Orlando e Lincoln trocaram tapas e a direção prometeu ser enérgica. Dar o exemplo era fundamental. Papo vem, papo vai e todo mundo está perdoado. Mas havia a questão pendente do X9 do Avaí que entregava de bandeja para o RA. Carlito Arini eriçou a juba, prometeu ir à caça e ser inclemente no julgamento. Ao saber que o dedo duro era um poderoso fez que nada é nada e ficou por isso mesmo. E tem William, que delatou 50% de ociosidade entre seus companheiros sem dar nome aos bois. Disse ainda ter uma "bomba de Hiroshima" guardada no bolso, capaz de estremecer as estruturas da Ressacada. Mas não disse qual era. Ficou no bolso. Esse não deve ter problemas em se transferir. Multa por quebra de contrato? Ah, vá...

Dois erros no Twitter

| 2 comentários
1. “Me segue que eu te sigo de volta”. Este pedido, por mais singelo que seja, revela ignorância em relação a este princípio elementar. Você só será seguido de volta se as suas postagens no Twitter forem do interesse de alguém.
2. “Se gostar, dê um RT”. Pedir que a sua mensagem seja difundida é outro erro elementar. O Twitter baseia-se justamente na ideia da difusão espontânea - só do que interessa ao usuário.
Pedir, mesmo que educadamente, para alguém te seguir ou dar um “RT” é quase como esmolar dinheiro na rua. Revela necessidade, o que pode provocar pena. Via blog Maurício Stycer

O homem de Hiroshima

| 3 comentários
avaí william

Tudo tem limite

| 1 comentários
Parece que é pra valer. O torcedor avaiano dá mostras de ter realmente cansado de todos os absurdos que foram lançados na conta do clube nestes últimos dois anos. Um exagero, excesso de todos os lados e para todos os cantos. O rebaixamento é apenas a ponta do iceberg. Se o fórum adequado para esse pedido de prestação de contas é a reunião do Conselho Deliberativo, tudo bem, lá estaremos para ouvir atentamente todas as explicações que por certo serão dadas. O som que virá do lado de fora será ouvido. É o Avaí que está em jogo e com o Avaí não se brinca.

Apoio, saindo do virtual para o real

| 7 comentários
Florianópolis/SC, em 23 de novembro de 2011.
Ilm°s Srs.
Presidente do Conselho Deliberativo e
Presidente do Conselho Fiscal do Avaí Futebol Clube

Pedido Urgente
Os Conselheiros e Sócios abaixo signatários, no uso de seus direitos estatutários, vem respeitosamente, a presença de Vossas Senhorias, com fundamento no Estatuto do Clube, do Torcedor e na Constituição Federal, dizer e ao final requerer... (...) segue aqui.

Nota
Para inserir seu nome nesse requerimento envie email para contato@andretarnowsky.com.br solicitando e autorizando a devida inclusão. No mais é atender a Convocação Extra Oficial e comparecer no próximo dia 28 para a vigília em prol da ética no Avaí.

Tudo combinado com a imprensa

| 2 comentários
Carol Abranches, a mesma moça vista no iate de Neymar, foi tomar um sol na Barra da Tijuca e uma onda fez a modelo "pagar um peitinho". No dia seguinte o fotógrafo revelou que foi tudo combinado: “Vai lá, mostra o peito, é assim que rende matéria”, disse o fotógrafo em entrevista ao jornal “Extra”. É assim que a coisa funciona entre as subcelebridades que buscam fama e alguns trocados extras. No futebol não é muito diferente, mas o objetivo não é aparecer, mas esconder. Esconder a incompetência e negócios estranhos para debaixo de um imenso tapete verde.

Cada vez mais enrolados

| 2 comentários
A entrevista coletiva de ontem do novo homem forte do Avaí, Carlito Arini, foi estranhíssima. Contratado para por ordem nessa casa completamente desarrumada, nota-se que o torcedor foi feito de otário nessa temporada. Para quem acreditava, como eu, que estávamos diante apenas de um festival de incompetências, é de se lamentar que cartolas, comissões técnicas e jogadores tenham participado de tantos embustes ao longo do ano. O resultado dessa louca paneceia está aí e dispensa apresentações: uma queda vergonhosa para a segundona. Volto ao tema da coletiva de Carlito, mais um ator dessa peça teatral, ainda hoje. Temo pela série C.

A nova amarelinha

| 0 comentários

Deixa pra lá

| 5 comentários
"Não descobri ainda quem é o x-9, o traíra, como a gente diz na linguagem no futebol. Mas não vou ficar correndo até ele, o próprio x-9 se entrega. Esse tipo de figura a gente elimina. Não sei se é jogador ou funcionário, mas nem estou preocupado com isso por agora. Durante 2012, você pode ter certeza que, se houver essa situação, a gente dá a mala para o cara e pronto: ele vai embora. Talvez esse cara nem esteja mais no clube no ano que vem". Declaração de Carlito Arini ao Globo Esporte, comprovando que na Ressacada a rapadura é doce mas não é mole. Toca.

Lendas da paixão

| 0 comentários
As últimas notícias do front indicam que se busca recolocar o trem descarrilhado do Avaí novamente em seu curso normal. Por normal entenda-se o que aconteceu em 2008 e 2009, os últimos anos de lampejos de profissionalismo da administração João Nilson Zunino. Há a promessa de uma reunião do Conselho Festivo para breve. Dizem que será "quente", o que eu não acredito e ainda faço pôco. Alguns preços devem retornar ao patamar de 2008 e damos por encerrada a sessão. A outra lenda refere-se a promessa do paladino da justiça, Carlito Arini, em localizar e demitir o X9 do Avaí. O dirigente jurou de pés juntos, mas mal sabe que é mais fácil ele ser demitido.

Adaptações para a nova era

| 3 comentários
Como não poderia deixar de ser a diretoria avaiana já começa a se formatar para a temporada 2012. À despeito de todas as críticas veiculadas por aqui, verdade seja dita, estão sendo ágeis na transição para a nova era de vacas novamente magras. Já surgiu no horizonte o teaser para o novo plano de aluguéis das cadeiras azuis da Ressacada, também batizado de Plano de Sócios.

Numa tentativa de fazer algo parecido com interatividade, o torcedor poderá escolher o novo nome para o plano: Meu Avaí, Raça Avaí e Sempre Avaí. Obviamente o título Meu Avaí será o preferido pelo votantes, até porque isse é o que todos mais sonham, que o Avaí realmente fosse nosso. Ainda não é, parece que será novamente arrendado, mas quem sabe um dia acontece. Daqui até lá vamos cruzando os dedos para ver se cai mais um raio no Carianos, um parecido com aquele de 2009.

Procurando assunto

| 0 comentários
O título do post não deixa de ser uma ironia. Com os últimos acontecimentos caóticos que teimam em rondar a Ressacada, o que não falta é assunto. Mas nada de bom. Pela primeira vez em muitos anos não encontrei algo que me parecesse interessante para comentar sobre o Avaí. E por interessante entenda-se algo que valha a pena. Terei que inventar alguma coisa, garimpar um tema que possa ser minimamente comentável. Se encontrar estará no ar às 11hs. Que fase.

Esse John é o cara

| 0 comentários
avaí inglês

Procura-se o dedo-duro

| 6 comentários
Aquela velha tradição dos vazamentos de informações internas do Avaí voltou a contecer no dia de hoje. A troca de sopapos em Diogo Orlando e Lincoln foi parar, como de hábito, no celular de Roberto Alves. Pancadaria, grupo rachado, boquirroto garantindo seu empreguinho na RBS, enfim, tudo absolutamente normal. Ou quase tudo. Desta feita o novo big boss do Avaí, Carlito Arini, prometeu caçar o X-9. Já se sabe (e todos nós sabemos) que se trata de alguém que trabalha no clube. Segundo matéria do Infoesporte Carlito promete demitir o delator imediatamente. Olha, é mais fácil uma vaca avuar que demitirem esse moço que há anos presta serviços para a gauchada.

É a palavra do capitão

| 2 comentários
Imagine o desconforto que as palavras de William devem ter gerado no ambiente do Avaí. Ao declarar que 50% do elenco nem deveria estar disputando a série A, o atacante não só desmentiu todos os treinadores desse ano como expôs o péssimo clima no intra-muros da Ressacada. Aquele papo de grupo fechado, focado etc e tal era só para inglês ver. Os rachas são evidentes e como se não bastasse isso, Miguelito dedurou que há um rombo de mais de R$30 milhões nas contas do clube. Acusação seríssima que precisa ser urgentemente explicada pelo presidente Zunino.

O gigolô de empresário

| 1 comentários
Estamos tão preocupados com os gestores do Avaí que nos esquecemos daqueles que estão na fila do gargarejo loucos para se locupletarem com o caixa azurra. Uma modalidade recentemente testada é a aproximação por meio de um parceiro do clube, daqueles que mandam soltar e prender. Mas é importante que esse afair "desinteressado" se dê com um parceiro atual, não com um que esteja de saída, por exemplo. Sabe como é, rei morto, rei posto, então o tão desejado emprego fixo pode ir pras cucuias. Em que pese a esperança, nesse momento abundam histéricos desempregados na ilha.

Não vamos perder de vista

| 1 comentários
Já muito se tentou desviar a atenção das responsabilidades da pantomima que foi a temporada de 2011. Maguila, Parreirinha, Mauro Galvão, Nerto Laudelino, Luciano Corrêa, enfim, um verdadeiro rosário de costas largas. A bola da vez é o filho do presidente, Gabriel Zunino, que oficializa seus negócios de empresário inclusive junto aos jogadores do Avaí. Conquanto uma situação clássica de nepotismo, novamente o único responsável por essa permissividade é o presidente do clube, pai do novo empresário. Será que isso está claro para você? Essa é a "nova era". Foto Fábio Machado

Sem ânimo para zoar

| 11 comentários
"Admiro a garra dos avaianos para tirarem sarro de um time que está em 5° lugar enquanto o seu é o 20° e já está rebaixado". Com essa twittada na noite de ontem os céus e infernos caíram sobre a cabeça desse blogueiro. As críticas que se seguiram por parte dos seguidores avaianos me chamaram a atenção pois, apesar de já estar acostumado às agressões da ala "mais fervorosa", a quantidade de comentários e RT's ficou muito acima da média.

A gozação aos Barbies é o segundo melhor prazer do futebol, vindo logo atrás das vitórias do Avaí. O que pensei ter transmitido é a admiração pelo bom humor da nação virtual azurra em conseguir reunir forças para zoar o rival mesmo em meio ao caos que atinge o nosso clube. Eu simplesmente não consigo, embora comece a considerar o Fluminense como um clube a ser admirado em função dos muitos serviços prestados desde 2007.

O problema é que olho para os "caras" disputando as cabeças da série A e lembro que foram eles mesmos que repassaram a cartilha do rebaixamento para a diretoria avaiana que decidiu seguí-la à risca. Não sou de fazer erratas pelo que penso e escrevo, mas parece que se dessa vez acertei no conteúdo, errei na forma. Verdade é que nada externo às coisas do Avaí poderá reverter minha vergonha pela campanha de 2011. Nem que metam 8x0 "nelas" no clássico.

Um marcante 4x0

| 1 comentários
Hoje o Avaí completa exatos seis meses da estreia na série A de 2011. Com uma goleada de 4x0 sofrida diante do Flamengo no Rio de Janeiro, começava a saga azurra na zona de rebaixamento de onde não saímos mais. Meio ano depois estamos na mesma lanterna da primeira rodada. Aquela era uma época de narizes empinados, soberba em alta, confiança em riste. O foco era conquistar a Copa do Brasil e o direito de estar na Libertadores de 2012, então toca um time misto para enfrentar Ronaldinho e cia. Foi a primeira chinelada de muitas que estavam à caminho. Toma.

O verdadeiro melhor elenco da história

| 0 comentários
AvaiCampeaoCatarinense2009

Presidentes do Avaí e seus títulos

| 0 comentários
1) Celso Ramos (1941-1946)
4 Estaduais (1942, 1943, 1944 e 1945)

2) Walter Lange (1926-1935; 1937-1941)
4 Estaduais (1926, 1927, 1928 e 1930)

3) Flávio Félix (1997-2001)
1 Série C (1998) - 1 Estadual (1997)

4) João Nilson Zunino (2002-2011)
2 Estaduais (2009 e 2010) A lista continua aqui. Foto Memória Avaiana

Papito, olha a cabeça

| 2 comentários
"Impeachment já! Na reunião em que foi convocado pelo Conselho Deliberativo do Avaí, o presidente João Zunino mentiu sobre as relações de seu filho, Gabriel Zunino, para com os atletas do Avaí. Pela reportagem do Infoesporte, publicada no final da tarde de sexta-feira, (...) o herdeiro contradiz as afirmações de seu pai. Creio que esteja havendo alguma divergência familiar. Diria mais: tem gente colocando o nariz onde não deve. Ou o Conselho Deliberativo do Avaí se manifesta sobre o assunto ou fecha a bodega". Texto parcial extraído do Blog do André

Miguel tinha razão

| 3 comentários
Forte essa matéria do FutebolSC após o jogo de ontem. Nela temos o desabafo de William, capitão do Avaí, declarando que metade do grupo de jogadores do clube não merecia estar na Série A. Por muito menos o próprio jogador liderou um levante contra Miguelito, que havia chamado o elenco avaiano de bagaceira. Sarcasmo à parte, creio que estejamos diante de um dos piores ambientes de trabalho dos últimos anos na Ressacada. Muitos outros cases lamentáveis deverão vir à público.

Se der tudo certo

| 1 comentários
avaí 2013

A queda dos estabanados

| 1 comentários
Derrota normal do Avaí para o Vasco pelo nosso placar mínimo: 0x2. Após a expulsão de Júnior Urso aos 20min do primeiro tempo, sinceramente pensei que sairíamos de São Januário com uma retumbante goleada. A série A chega agora também do ponto de vista matemático e a nova realidade é ajuntar os cacos para enfrentar a segundona em 2012.

O sentimento do torcedor avaiano não é de tristeza, pois o cenário de fracasso foi sendo contruído desde a primeira rodada, aquela em que o Avaí foi com um time reserva para enfrentar o Flamengo no Rio de Janeiro. Uma derrota de 4x0 já era o indicativo que alguma coisa não estava nos eixos e desde de lá o Leão da Ilha nunca saiu da zona de rebaixamento.

Não há nenhuma dignidade a ser relatada. Foi uma temporada planejada por estabanados e executada por bagaceiros. Rebaixamento merecido. E pelo que se pode perceber nesse "planejamento" para 2012, a meta é permanecer na série B. Que me desmintam.

Avaí raspando o tacho

| 0 comentários
"A pré-temporada do Avaí deve ocorrer na cidade de Gramado, de 09 a 20/01. Na próxima semana, os dirigentes do leão viajam ao munícipio para analisar os locais que serão usados pelo técnico Mauro Ovelha. Em 2009 e 2010 a Serra Gaúcha trouxe boas vibrações ao clube que foi bi-campeão estadual.

Sobre o time, Luis Carlos Medina não será aproveitado pelo novo comandante avaiano e Jhonny Gois vai permanecer emprestado ao Metropolitano no primeiro semestre. Cleyton Luana Meireles, Renan Oliveira, Rodrigo Thiesen, Laércio e Cristian Porto Spricigo vão ser usados pelo Avaí no Catarinense 2012. Lincon e Willian não ficam no Avaí. Cléverson Santos tem algumas propostas (inclusive de times grandes), só que a chegada do Mauro Ovelha pode ajudar na permanência na Ressacada". Alisson Francisco, via facebook.

É muita grana

| 0 comentários
Que o campeonato espanhol é o playground montado para Barcelona e Real Madrid ganharem dinheiro, isso todo mundo já sabe. Também não é nenhuma novidade que esse embustezinho básico funciona que é uma beleza. Quem comprova essa tese é o jornal italiano La Gazzetta Dello Sport, que nos traz a informação que o Real Madrid é o clube que mais fatura no mundo, com o equivalente a R$1.16 bilhão em 2011. O clube que possui o maior superávit do planeta chegou a esta quantia graças aos acordos televisivos, patrocínios e venda de produtos oficiais. À título de comparação (que crueldade), em termos de lucratividade os Merengues são 33 vezes maiores que o Avaí, com seus R$35 milhões. Difícil de competir, mais ainda de se comparar.

Tudo contra

| 0 comentários
Não creio que o Avaí consiga impedir a continuidade do sonho vascaíno rumo ao pentacampeonato brasileiro. Os comandados do interino Neguinho já não escondem aquela lomba típica de quem só joga para cumprir o contrato. Com elenco desmobilizado, salários atrasados, jogando fora de casa, arquibancada toda contra e diante de um adversário que busca o título, só nos resta torcer para sair de São Januário com uma derrota digna. Dedé e cia vem pra cima sem medo da felicidade, o que pode ter como resultado um placar como aquele (1x6) da inauguração da Ressacada em novembro de 1983. :o(

Cumprindo a tabela

| 0 comentários
Não seria exagero dizer que o jogo Vasco x Avaí das 19hs de hoje não tem maior interesse para o torcedor avaiano. Somos meros expectadores do campeonato e só nos resta cumprir a tabela. A diretoria foi a primeira a jogar a toalha, isso quando trouxe Toninho Cecílio na distante 19ª rodada e confirmou seu projeto de série B há cerca de dois meses quando parou de quitar seu débito salarial com os jogadores. Não podia dar certo e não deu mesmo.

Neguinho, o insubordinado que odeia viajar para o Equador, vem com um time diferente. Com desfalques e ordens dos cartolas para ir testanto as promessas para 2012, alguns "sumidos" devem ter seu debut na série A nacional. O
goleiro Moretto, os zagueiros Dirceu e Cássio e o lateral Léo Campos correrão o risco de fazerem uma boa partida e nem embarcarem de volta para Florianópolis. Sabe como é, apareceu alguém com dindim, já era.

Nem vai doer nada

| 0 comentários

Fora as caras, nada de novo

| 1 comentários
"Uma nova era! A nova estrutura de futebol do Avaí foi apresentada de forma oficial nesta quinta-feira (...) Sob o comando do presidente João Nilson Zunino, os profissionais foram conhecidos e já começam a trabalhar visando a temporada 2012".

De bate-pronto gostaria de sugerir ao autor do título desta nota publicada no site do Avaí um curso de redação. Até entendo o ufanismo infantil, coisa comum num clube caracterizado pelo emocionalismo amador, mas aquele ponto de exclamação, faça-me o favor. No mais, não consegui vislumbrar nenhuma "nova era". Muito pelo contrário. É o mesmo projetinho dos últimos dois anos, com cabeças diferentes mas na mesma sina de currículos questionáveis.

Já comentamos sobre cada um deles. Só pelo fato de serem homens da mais alta confiança de João Zunino já chegam sob os holofotes da desconfiança do torcedor. A amizade com o presidente-patrono e a o passado de empresários comprovam que o modelo de gestão está intacto. Essa pegadinha de juntar um bando atrás de uma mesa de coletiva e escrever um texto positivista, essa já não cola mais.

O jeitinho Carlitos de ser

| 5 comentários

Avaí, bem abaixo da média

| 3 comentários
Enquanto não realizo a digestão plena daquela apresentação de ontem dos novos "reforços" do Avaí, vou postando o ranking de média de público do Campeonato Brasileiro em suas 35 rodadas. Após a implantação da nova era de preços europeus em 2010, o Leão só se manteve na vice-lanterna porque o América não está jogando em BH e há pouco a "nossa" diretoria abriu as porteiras:
01. Corinthians .................. 28.671
02. São Paulo .................... 23.248
03. Bahia ........................... 21.634
04. Coritiba ........................ 18.109
05. Internacional ................ 17.432
11. Ceará ........................... 12.536
12. Vasco ........................... 12.534
13. Palmeiras ..................... 12.265
14. Figueirense ................. 11.521
15. Fluminense ................. 11.084
16. Cruzeiro ....................... 9.442
17. Santos ......................... 8.716
18. Atlético GO .................. 8.047
19. Avaí ............................. 6.875

20. América ....................... 4.973

Sobre Ovelha e lobos

| 5 comentários
Investir caracteres numa introdução à Mauro Ovelha é desnecessário. Você o conhece. Assim, após dois anos economizando com jogadores-promessa, bichados, desconhecidos e reservas da série B, Zunino e cia conseguiram a proeza de jogarem R$20 milhões em cotas de TV pela janela. Os aloprados da Ressacada terão que se virar com os R$2 milhões que virão das transmissões de jogos da segundona. Nessa realidade, nada mais normal que trocar os milionários Benazzi, Gallo e Cecílio pelo regional Ovelha.

Uma coisa é certa: pior que tá não fica. Por isso m
eu temor é que as boas características de Mauro (seriedade, disciplina, raça) sejam esmagadas pelas mazelas encrostradas na Resssacada. Sua missão será depurar esse elenco bagaceira e, segundo Zunino, conquistar o Catarinense 2012 para compensar a torcida por dois anos desastrosos. Percebo duas amargas ironias. A primeira, como disse o twitteiro Felipe Silva, é ver o dirigente que ficou sete anos sem chegar numa final de estadual querer que Ovelha o conquiste em apenas cinco meses. A segunda é ouvir essa exigência do presidente que deu de ombros para esse mesmo campeonato com um time reserva enquanto as "estrelas" desfilavam em pré-temporada no RS. É muita cara de pau.

Em primeira mão

| 2 comentários

Feliz ano velho

| 2 comentários
Saíram Fábio Araújo, Gustavos Mendes, Mauro Galvão e Toninho Cecílio com a sua comissão técnica de confiança. Chegam Carlito Arini, Júlio Rondinelli, Ênio Gomes e Mauro Ovelha com a sua comissão técnica de confiança. Gabriel Zunino é o remanescente daquele grupo de dirigentes perdedores que se mantém imexível no reino encantado da Ressacada.

O novo gerente de futebol, Carlito Arini, já foi empresário de futebol. Somado a esse knowhow, é também amigo de longa data de João Zunino. Então sua vinda está duplamente justificada. No caso do novo coordenador de futebol, o ex-agente Fifa e atual sócio da Soccer Business, Júlio Rondinelli, não deve ter seduzido Zuzu com sua experiência nos gloriosos Osvaldo Cruz, Atlético Sorocaba e Penapolense, claro que não. Já Ênio Gomes, sei lá eu.

Mauro Ovelha veio com data e prazo de validade. Demonstrando não ter nada que se assemelhe a um planejamento de médio e longo prazo, Zunino já disse que o técnico oriundo da série C só está aqui para ganhar o Campeonato Catarinense. Ovelha é um capítulo à parte... 2010 ainda vai longe.

Apenas ilusão de ótica

| 2 comentários
Há quem veja nas primeiras movimentações da direção do Avaí uma tentativa de fazer diferente do que foi 2010 e 2011. Uma suave bruma de atitude paira no ar, mas não passa disso, uma bruma. É de estarrecer a sequência ilógica de repetição dos devaneios passados. Está-se mudando apenas os nomes, mas o modelo de gestão (business) é inacreditavelmente parecido.

Não sei se o leitor percebeu, mas na nota de ontem no site oficial sobre a nova estrutura do futebol citou-se primeiramente o Superintendente de Esportes, Ênio Gomes, depois o Gerente de Futebol, Carlito Arini, seguido do Coordenador de Futebol, Júlio Rondinelli, e só então aquele que deveria ser a estrela da barca, o técnico Mauro Ovelha. Interessante, não? Voltarei ao tema.

Uma queda pouco gloriosa

| 3 comentários
Ontem o Avaí definiu a sua participação na série A de 2011. Caiu, ou melhor, garantiu que à partir de agora só não cai se o cometa de Halley cair na Terra nas próximas semanas em forma de algodão doce. Aí o Avaí não cai. De forma até estranha, eu diria, o time jogou com garra e disposição contra o Cruzeiro, o que não foi suficiente para sair do 0x0. Medo da reação do torcedor, talvez. Ontem não tomamos gols. Neguinho, que não é tolo nem nada, segue com sua garantia de emprego ao não se arriscar a perder a "virgindade". Pouco a lamentar e muito a cobrar à partir de agora.

Ao perdedor, as batatas

| 4 comentários
Avaí Nilton Zunino

A pá de cal pode ser azul

| 5 comentários
Daqui a pouco Avaí e Cruzeiro jogam com objetivos distintos. O Avaí cumprirá tabela, pelo menos é o que se percebe da parte de seus dirigentes que já deram o ano por encerrado e anelam ressurgir das cinzas em 2012 com, basicamente, a mesma espinha dorsal que dá aulas de incompetência há dois anos. O Cruzeiro, clube grande e profissional, esse passa pelo perrengue do rebaixamento e quer à todo custo somar três pontos diante do lanterna do campeonato. Time, diretoria e torcida estão fazendo por onde. Caso consiga cumprir a sua missão, também confirmará a queda do Avaí para a segundona. A ironia final seria a pá de cal vir de um clube azul.

Essa comunicação que não avolói

| 1 comentários
Deveras auspiciosas as palavras de Polidoro Júnior em sua coluna de hoje no Notícias do Dia: "Quem montasse em Florianópolis uma revista sobre fofocas, bastidores e ti-ti-ti, teria sempre um prato cheio no Avaí. É o clube onde a fofoca impera, onde a desunião é evidente, e com o pior ambiente de trabalho no futebol catarinense. Coisa feia, gente". Desde sempre comentamos que o maior problema do Avaí é a sua Comunicação, interna, externa, institucional, enfim, é um verdadeiro ninho de amadorismo. Lá se vão quase três anos alertando para isso e nada da coisa evoluir.

Mauro Ovelha, o novo técnico do Avaí

| 10 comentários
"O Avaí Futebol Clube já projeta o ano de 2012 e os profissionais já estão contratados e serão apresentados nos próximos dias. O professor Enio Gomes, Diretor de Planejamento do Clube, será o Superintendente de Esportes. Carlos Arini será o Gerente de Futebol. Com ele, chega também Júlio Rondinelli que exercerá o cargo de coordenador de futebol. O novo técnico do Avaí é Mauro Ovelha. Ele será apresentado nesta quinta-feira, dia 17, no estádio da Ressacada. Mauro Ovelha foi o treinador que levou a Chapecoense ao título do Campeonato Catarinense deste ano". via site Avaí

O passado te condena

| 8 comentários
"Carlito Arini não é mais o diretor de futebol do EC Vitória. De acordo com o site oficil do clube, depois de uma conversa com o presidente Alexi Portela Júnior, nesta sexta-feira, Arini acertou seu desligamento do time. Carlito havia substituído Mauro Galvão no comando do Departamento de Futebol do rubro-negro e foi responsável pela indicação do técnico Toninho Cecílio, demitido nesta quinta-feira. A assessoria do clube ainda não confirmou qual será o novo diretor e nem se a vinda de Toninho Cerezo para o lugar deixado por Cecílio". Matéria do Correio da Bahia em 10/09/2010.

Um furdunço só

| 4 comentários
Só não digo que a apatia da diretoria avaiana é inacreditável porque convivemos com ela há quase dois anos. Embora esses "jestores" venham à público com um discurso repleto de falsa dignidade afirmando que ninguém ainda jogou a toalha, não se vê nada de concreto para provar o contrário. E como o torcedor está largado às traças, não creio que ainda haja paciência para o velho e surrado "Vamu, vamu, Avae". Essa noite, no jogo que pode sepultar oficialmente o sonho azurra da série A, os poucos avaianos presentes deverão protestar até que lhes faltem as cordas vocais. Um final de temporada melancólico para o maior festival de sandices gerenciais da história recente do Avaí. Hoje a Ressacada é um hospício, um depósito de dirigentes bagaceiras que não tem a menor idéia do que seja repeitar a instituição Avaí FC. A tendência é continuarem garrados na teta.

LA também não foi um anjo

| 4 comentários
Já comentei por "n" vezes aqui no blog sobre a menas culpabilidade de Luiz Alberto nesse processo de gestão tacanho que foi imposto no Avaí nos últimos dois anos. Chutaram-lhe a bunda desde o início do ano passado por acreditarem ter knowhow para os negócios da bola. Não tinham. Eram e são amadores até o osso. O rapaz de Curitiba foi chamado às pressas, pegou o bonde andando e não pode implementar o seu jeito todo seu de fazer futebol.

Entretanto, não podemos deixar de notar que o big boss da LA não foi muito feliz neste retorno. Com a conivência da mãe do ano, João Nilson, adonou-se do principal departamento do clube e cometeu muitos equívocos. Empurrou Gallo, Toninho Cecílio e Gustavo Mendes garganta abaixo, trouxe jogadores encostados nas reservas de clubes da série B e só fez onerar o caixa da Ressacada.

Se é verdade que não é o maior culpado pelas tolices que levaram ao rebaixamento do Avaí, também é verdade que mais atrapalhou do que ajudou. Aquela de não trazer Márcio Goiano, que pegou um Criciúma quase caindo e por pouco não o levou para a série A, fica na conta de quem um dia os avaianos depositaram sua fé. Trazer Toninho Sucrilhos foi apenas a gota d'água.

Se Elvis fosse avaiano

| 0 comentários
avaí elvis sofrimento

Toninho sai e Avaí já pensa em 2012

| 4 comentários
"Há muito pouco a acrescentar sobre a decisão do Avaí de dispensar o técnico Toninho Cecílio, tomada nesta terça-feira. O ponto positivo: me parece claro que a direção já admite estar com o foco em 2012. Aí, vejo como decisão acertada, pois é preciso que quem assuma comece a trabalhar e planejar o quanto antes. O técnico chegou já sob enorme desconfiança. Não tinha bons trabalhos anteriores. Pelo contrário, colecionava rebaixamentos nos últimos anos. E não deu outra. Em alguns jogos, o Avaí até atuou bem, o discurso da raça e da vontade surtiu efeito. Mas as carências do elenco prevaleceram.

Claro que a culpa não é do treinador (ao menos não só dele). O Avaí foi uma enorme sucessão de erros em 2011, exceto na trajetória da Copa do Brasil, até o jogo decisivo da semifinal, contra o Vasco. O rebaixamento nada mais é que o resultado óbvio disso. Quero crer que ninguém pelos lados da Ressacada acha que chegará agora um salvador que vai tirar o Leão do buraco. Como eu disse, se a decisão foi para começar 2012 já, avaliando elenco nos últimos jogos do Brasileirão e corrigindo erros, aí vejo a decisão como acertada". via Blog do Braga.

Campanha pronta para 2012

| 0 comentários

Uma aula de falta de timing

| 4 comentários
Você deve estar lembrado da confissão de Nilson Zunino há cerca de uma semana de que Toninho Cecílio era o treinador de sua confiança para 2012. Pois é, parece que o novo dono do Avaí não concordou muito. Após assumir a equipe na 19ª rodada e não ter conseguido implantar um padrão mínimo de jogo, lá se vai o ex-futuro-tetra-rebaixado treinador de volta para casa.

Na mochila leva o preparador físico Walmir Cruz, o auxiliar Betinho e o Coordenador de Futebol, Gustavo Mendes (aquele da camisa do Fluminense para o RA, não tem?). Neguinho, o estimado de Luiz Alberto, leva a bagaceira até o apagar das luzes da série A.

Ridícula a falta de "timing" da diretoria. Depois de levar eternas 16 rodadas para perceber a bobagem da contratação desse povo, chuta-lhes o traseiro no mesmo dia que informa que a próxima cidade a ser hamenageada será Bom Retiro. Pelo andar da carruagem o Cruzeiro providenciará o carimbo desse "retiro" antecipado de um sonho de 30 anos. É, parece que a era PPP já começou.

Nem pensem nisso

| 17 comentários
Corre à boca grande que um grupo de torcedores do Avaí tem a intenção de arremessar objetos ao gramado no jogo de quarta-feira para ajeitarem uma interdição da Ressacada. O objetivo seria evitar uma "final" melancólica contra os primos-segundos do Estreito na última rodada em nosso solo sagrado. Essa ideia é tão idiota que não me permito sequer analisá-la sob a perspectiva de valores morais e esportivos. Não valeria a pena e teríamos texto em excesso.
Gostaria apenas de enfatizar que essa atitude poderia deixar o Diretor de Marketing deles, Renan Dal Zotto, com a faca e o queijo nas mãos. Tenho certeza que o perspicaz profissional oriundo do voleibol criaria uma estratégia para levar milhares de torcedores até para o quinto dos infernos. Veríamos uma caravana épica, daquelas que entrariam para a história "deles" e seria assunto de destaque nacional em horário nobre. Resumindo: não sejam burros.

O possível menestrel do Carianos

| 17 comentários
A situação está complicada, merece um texto na cor azul para tentar desanuviar o clima de tensão do blog e da cidade. A torcida avaiana, pouco acostumada a protestos, tenta se organizar para cobrar as lambanças. A diretoria, como de hábito, brinca de esconde-esconde. E em meio a essa turbulência surgem as primeiras vozes roucas que até aceitariam a parceria com o ex-dirigente Barbie. Mais um do lado de lá da ponte. O Avaí está virando uma filial da filial do Tombense. Esse assunto me dá calafrios. Mas o povão quer futebol profissional. Ele entra, eu saio.

O fim pode ser azul

| 4 comentários
Ao final da 34ª rodada do campeonato brasileiro o Avaí firmou pés e mãos na zona da degola e encaminhou seu rebaixamento como possível lanterna geral. Como é muito raro que homens aceitem a condição de inúteis por todo o tempo, o América reuniu o restolho de seu orgulho e promoveu o "crime" contra o Fluminense em pleno Engenhão. Com isso entregou a vexatória condição de pior time da série A 2011 para o Avaí.
Outro resultado ruim para o esperançoso Toninho Cecílio foi a vitória do Cruzeiro sobre o Internacional. O clube mineiro é agora o primeiro fora do Z4 e, ironicamente, pode sepultar de vez o breve sonho do Leão na elite do futebol brasileiro. Quarta-feira, às 21:50hs, teremos Avaí x Cruzeiro na Ressacada e em caso de outra partida em que "jogamos bem um primeiro tempo que não repetimos no segundo" a Raposa abrirá inalcançáveis 11 pontos.
Será o fim da linha oficial, mesmo restando três rodadas até o fechamento desta temporada de suplícios. O ano de 2010 não terá acabado. A maioria dos cartolas incompetentes continuará garrado no osso e para promover a "redenção moral" de todos eles, PPP pode ser convocado para ser o menestrel do Carianos. Adeus dignidade.

Apesar "deles", jamais estarás só

| 1 comentários
avaí paixao

A correria nos bastidores

| 4 comentários
Fico imaginando as movimentações que devem estar acontecendo nesse momento nos bastidores do Avaí. Com uma temporada que não deixa dúvidas em relação a incapacidade dos "administradores" do clube, não resta outra alternativa que correr contra o tempo. Sim, contra o tempo. É fundamental que se crie uma série de boas notícias de modo a contrabalancear a revolta do torcedor avaiano. Maquiagem emocional pura. Nem que se tenha que fabricar estas boas notícias, jogando para frente a execução de algo grandioso. Ampliação da Ressacada, talvez. Mas pensando bem, antes dessa "bomba", quem sabe anunciar um parceiro poderoso e alguns nomes de peso para 2012. Rafael Coelho, não. Depois, sim, a ampliação da Ressacada agora com preços honestos. Pedi demais...

O Avaí virou o Ceasa

| 1 comentários
A indignação só faz crescer entre os torcedores avaianos. Já são dois anos de descaso com uma história que soma 88 anos. Estamos todos atônitos com o desfecho dessa novela dantesca que acompanhamos, capítulo à capítulo, desde que João Nilson Zunino e seu bando de assessores resolveram transformar o Avaí num entreposto de jogadores. É um Ceasa do futebol, um balcão de negócios muito mal feito que já causou e causará milhões em prejuízos.

A conta continuará sendo repassada ao torcedor, ao único que verdadeiramente sofre com tantas obscenidades administrativas que culminam agora na humilhação nacional. O Avaí é um clube inacabado, amador, uma várzea familiar. É, como já vimos aqui, uma questão de cultura. Culturalmente não é talhado a modernização. O circo vai continuar porque eu e você, de fato, não queremos arregaçar as mangas para mudar. E... toca.