Assim é complicado, muito complicado

|
E lá se foi a reunião do Conselho Deliberativo do Avaí. Não gosto da presunção da frase "eu já sabia", pois ela só é sorrateiramente lembrada pelo autor depois que a profecia se realizou. Caso contrário o cara fica torcendo que ninguém mais se dê conta do mico e a coisa caia no esquecimento. Mas no caso dos resultados práticos dessa reunião de ontem, eu já sabia mesmo.

Na verdade, eu, você, o ET Bilú, a Maricota de Santo Antônio de Lisboa e todos que ainda possuem ao menos um QI de Forrest Gump já sabíamos desse desfecho típico de quem se nega a aprender com o passado. Não houve quem assumisse algum erro em 2010 e a diretoria do Avaí continua com os dois pés firmemente plantados no chão... e as duas mãos também.

Volto a comentar esse assunto com mais cuidado ao longo do dia, porque confesso não ter tido tempo para digerir mais essa monumental cegueira que acometeu as pessoas que nesse momento decidem as estratégias do nosso clube. Aliás, é nosso mesmo?

15 comentários:

Boto disse...

É... a esperança é que pelo menos no futebol eles comecem a compensar os preços cobrados, coisa que em 2010 eles não fizeram.
Fico muito feliz pelo retorno do Marquinhos, mas só ele não basta. E não to falando de mais um ou dois. Quer cobrar como time de série AAA (A da A da A), comece a agir como um.

Adir José disse...

Gérson.

Valorizo demais tua opinião. Gostaria que tu apresentaste o que consideras que seria um plano de sócios adequado para a realidade do Avaí.

Em tempo: tive hoje a curiosidade de ver, pela primeira vez, os valores cobrados no "ladelá" da ponte. Muito aproximados dos nossos.(100 reais cadeiras cobertas. 50 descobertas. Mesmo plano de 20 reais com 50% desconto no ingresso. Inexistência de planos diferenciados como o família).

No mais, estou à tua disposição se quiseres maiores considerações sobre a reunião de ontem.

Abraço

Adir

Gerson Santos disse...

BOTO, futebol custa caro, é o que dizem. Mas estranhamente é mais caro aqui na ilha.

ADIR, como alertei por cima no post do dia 27/12 último, o maior erro do Avaí NÃO É PREÇO. Conquanto estejam, sim, acima da média nacional, é a falta de RELACIONAMENTO e excelência nos serviços que o tornam abusivos. Em tempo: no lado de lá da ponte a chiadeira é enorme também, mas eles vêm fazendo um trabalho de MARCA há quase 10 anos, por isso a percepção de carestia é muito menor. Sem falar que não precisam investir mais de 6hs de seu dia para acompanhar 90min de bola rolando.

Adir José disse...

Eu concordo contigo.

Entretanto, o que foi votado ontem foi a política de mensalidades e não o relacionamento com o torcedor (embora a política seja parte desta).

Assim, como postei no orkut, entendo que a proposta não é absurda. Não há preço abusivo para o setor A e nem para as descobertas (embora achasse que fosse possível, pelas regras de mercado, aumentar 5 reais para o A e diminuir 5 para as descobertas, já que no A há fila de espera).

Há a necessidade de maior inteligência no povoamento dos demais setores e em alguns outros pontos, como o aumento exagerado (e até burro) das cadeiras inferiores. O desconto no aniversário é uma estratégia equivocada, ao meu ver, também. O desconto em um dos meses soa a "esmola". Tivesse sido pulverizado em todos os outros meses, representaria um desconto de quase o dobro do que foi concedido e geraria uma aceitação muito melhor.

Mas a grita geral contra as decisões de ontem - ainda que tenha votado contra a proposta, por entender que ela precisava passar por estes ajustes -, é um pouco desproporcional.

O que eu acho que deveria ser motivo do foco das discussões é, efetivamente, esta relação com o torcedor e a política de ingressos, que está mal formulada. Esta não passa pelo Conselho, infelizmente. E o pior é que esta discussão pode ser levada de forma pacífica e em diálogo com a diretoria, pois, ao final das contas, não se está um contra o outro, mas um tentando fazer o outro ver que um passo atrás, neste ponto, significaria alguns à frente, seja financeira, seja mercadologicamente.

Boto disse...

Gérson, peço espaço para falar com o Adir aí em cima:

O Avaí e o CD fizeram um estudo de quanto pretendem arrecadar com torcedores em 2011?

Fizeram um comparativo da meta de 2011 com os resultados de 2010?

Isso pode ser apresentado pra gente? Eu tenho muita curiosidade.
Eu só estou vendo uma coisa: o número de sócios que teremos em 2011 será no máximo igual ao que tivemos em 2010, até porque os valores propostos continuam os mesmos (5 reais é esmola). E o torcedor "a varejo" continuará não indo ao estádio até acontecer uma promoção "ajude a nos tirar da forca" (Bate na madeira).

O plano deveria lembrar que existem duas temporadas distintas para o Avaí. Pagar 80 reais para ver um jogo contra times tradicionais no Brasileirão é bastante razoável, agora pagar 80 reais para ver Avaí (sub-23) x Concordia. Use o argumento que quiser, mas é essa a visão que poderia trazer mais torcedores ao estádio.

Fernando Silva disse...

Um detalhe interessante é o setor D inferior.

Quando abriram aquilo alí, queriam fazer que era a oitava maravilha, ficaram tão envaidecidos com a própria criação que quiseram cobrar pera costeirinha vip o mesmo preço de arquibancada coberta.

Depois, com o andar da carroagem, viram que não era nada disso e, abaixaram os preços, como se fosse algum tipo de bondade que tivéssem feito.

Já na época, eu disse:"não há promoção nenhuma nessa queda dos valores do setor D inferior, apenas o Avaí cometeu um erro - cobrando preço de Arquibancada coberta por uma descoberta - e agora corrigiu.

Pois bem: O Avaí voltou ao erro que já tinha cometido e corrigido.


Realmente, não é apenas uma questão de preço. É de relacionamento. Sabe por que? Pq alguém vender para as pessoas a idéia de irem ao setor d inferior por um preço X. Agora esse preço quase duplica. Quem não puder pagar que se mude! Não é mesmo?

Ah... não é só isso.. que se mude e pague por uma carteirinha nova!

Baita falta de respeito!

Junior disse...

“InteleJUMÊNCIA” AVAIANA:

Sinceramente, criar uma COMISSÃO pra apresentar essas modestas alterações e algumas delas para PIOR, parece um engodo apenas para “lavar as mãos”. Aliás, como diz um conhecido bordão: quando não se quer decidir nada, se cria uma comissão...

Aumentar o valor dos setores inferiores é de uma falta de bom senso, que beira, com o devido respeito, à burrice. Esses setores são DESCOBERTOS, como podem ter o mesmo valor dos cobertos? Mas não tem como separar, diriam. Contudo, isso não é problema do torcedor nem foi criado por ele. É ESTRUTURAL, cuja única responsabilidade é do clube e foi executado por pela atual Diretoria. Não pensaram nisso antes?

E o que dizer dos ingressos a 80 e 50 reais?

A GANÂNCIA em relação ao torcedor é tamanha, que a lógica deles é, por certo, a seguinte: “se baixar o valor dos ingressos, teremos que baixar o valor das mensalidades, para poder ser vantajoso ser sócio. Ou seja, o ingresso continua alto, para poderem manter elevado o valor das mensalidades. Ou seja, á lógica da Diretoria é um “efeito cascata” ao contrário.

O TORCEDOR AVAIANO É APAIXONADO, AMA SEUTIME, MAS NÃO É BOBO!

Futebol é caro? É sim, e muito.

Mas a Diretoria, que mostre MAIS COMPETÊNCIA PARA CAPTAR RECURSOS E PATROCÍNIOS. É muito papo de licenciamento, mais de mil produtos.... e o resultado disso? O que será que prefere uma empresa que intencione patrocinar o Avaí: ver uma Ressacada” fria e vazia”, com seis, sete mil torcedores; ou a Ressacada lotada e vibrante, com milhares de torcedores estampando sua marca nas camisas?

Será que a soberba lhes subiu tanto a cabeça que realmente pensam terem sido “eles” (a Diretoria) os responsáveis por terem evitado a queda do time?

Meus caros, não precisa de muito QI para saber que a TORCIDA, A VERDADEIRA, LEVOU ESSE TIME NO COLO E É A PRINCIPAL, senão a única, RESPONSÁVEL por ter evitado o rebaixamento.

Quando o desespero bateu, a TORCIDA “JOGOU JUNTO” e SALVOU O TIME. Agora novamente é deixada de lado. Tiveram uma segunda chance.

Mas como diz o adágio popular: Errar é Humano, PERSISTIR NO ERRO É BURRICE!

Desculpem por ter me alongado
Um Feliz e Azul 2011 para todos!

Junior disse...

Acho que só temos uma solução, drástica, e que pode nos custar o tricampeonato: boicote no pagamento das mensalidades de janeiro.

Campamha não pague Janeiro!

Se houver um boicote em MASSA, em número considerável, quanto a mensalidade, quem sabe a "inteleJUMÊNCIA" avaiana revise, pela 3ª vez, essa famigerada campanha "$$$$$ócio Coração". Nem que seja preciso incluir o mês de feverero.

Lamentavelmente é a única coisa (que não o cancelamento)que ainda podemos fazer, boicotar!

Adir José disse...

O blog virou bate-papo, hehe.

Boto. Fez um estudo, sim. Apresentou os números, mas não os critérios, então não sei a validade científica do estudo.

Se podem apresentar para o público eu não sei, já que ele parte da própria diretoria executiva e não do conselho.

A nota importante é a de que o clube, nas palavras da diretoria, experimentou neste ano um incremento de um milhão e meio em relação ao que arrecadou em 2009. E o número de sócios aumentou, não sei de quantos sócios (não foi dito) para 9146 adimplentes.

Resumindo, mantenho minha opinião de que a política de sócios precisa de ajustes, não tão drásticos (muito embora em pontos cruciais com valor simbolico bastante importante), e por isso não a aprovei, ontem.

Há graves equívocos, isto sim, na comunicação do Avaí, no relacionamento com os sócios e torcedores e na política de ingressos.

Quanto a preços diferenciados para o estadual, tal assunto foi levantado ontem. Manifestei-me contrário à ideia. Tenho a impressão de que o sócio que se acostumar com os preços baixos do estadual não iria aceitar a volta aos patamares do brasileiro.

Hugo Castro disse...

Adir, os valores no clube do estreito são bem mais brando que os nossos pois eles tem mais categoris de sócios.

Esse mesmo valor de 50 reais lá, nos planos POP e TOP, podem chegar a custar 15 reais para menores e 25 para estudantes, que é o 50% que todo estudante tem direito e eles conseguem respeitar isso.

Olha a diferença!!

Grande parte dos que frequentam a ressacada hoje são estudantes.

Gerson Santos disse...

ADIR, por mim o batepapo ficaria no post principal e meus comentários no background. O melhor de um blog, infelizmente, acontece aqui atrás, escondidinho da maioria.

Hugo Castro disse...

Adir não concorda com os preços dos ingressos...

Oras, se não concordas com os preços dos ingressos, como concordas com os atuais preços das mensalidades??

Se os ingressos forem mais brandos, ninguém irá se associar pelo alto preço das mensalidades.

Concordo que tem que baixar um pouco mais o ingresso, mas sobretudo as mensalidades.

O sócio tem que ter vantagem e o valor tem que ser atrativo para a pessoa que faz sua fidelização mensal ao Avaí.

Adir José disse...

Hugo

Veja que aqui faco papel de advogado do diabo, porque entendo que os dois lados da discussão tem la suas razões.

Acho que os planos anunciados com descontos para familiares, por exemplo, devem ser melhor valorados. Ao final das contas eles representam um bom decréscimo no valor, dado que os descontos podem chegar a 30%.

Torcedores mirins tem, também, valores próximos a 15 reais.

A falta de uma política própria para estudantes também pode ser considerada, efetivamente, um equivoco.

De tudo o que vejo, parece-me que o grande problema continua na comunicação.

Adir José disse...

Hugo

A equação a ser encontrada é o exato limite entre os valores que podem ser cobrados sem afastar torcedores e o máximo valor que eles podem ter para fazer frente às despesas.

Neste ponto, acho que o valor dos ingressos ainda encontram uma margem razoável para serem mais baixos sem tornar a associação algo mais vantajoso.

Ex.: 55 reais para o setor descoberto. 50 reais ingresso. Se fosse 40 reais o ingresso, dois jogos valeriam 80 reais, ou 25 reais a mais. Ser sócio ainda seria (muito) mais vantajoso, mas o valor não afastaria o torcedor que só pode ir a um dos jogos.

Neste ponto, realmente uma política para torcedores estudantes seria bem vinda, porque o meio ingresso inviabiliza a associação desta categoria de torcedor.

Rodrigo V. R. disse...

Convenhamos pessoal ingressos a R$50,00 ainda é muito caro e não procede que se o ingresso for muito mais barato ninguém se associa. Ingresso a R$30,00 está muito bem pago e quem quiser ser sócio vai ser independente do preço do ingresso.
Quanto ao valor das mensalidades acho que mudou pouca coisa, criaram um monte de coisas para justificar a redução pifia. Acho que baixar R$10,00 em cada setor estaria de bom tamanho e partir criariam os descontos do pagamento anual integral e plano família.
Aquela modalidade de pagar apenas R$20,00 e ter desconto de 50% nos ingressos não vai vingar ficou oneroso, nem precisaria o Avaí limitar essa promoção para 1000 torcedores, pois nem 500 vão aderir, isso é para clubes em que a quantidade de sócios ja superou a capacidade do estádio.
Acho que um brinde no mês do seu aniversário não deveria ser vista pelo Avaí com uma opção de desconto e sim como um agrado ao seu cliente, nem precisaria ser uma camisa, algo mais barato ja agradaria e faria o torcedor se sentir lembrado.
Abraços

Postar um comentário