Não vou falar nada

| 3 comentários

A novas metas

| 4 comentários
Avaí e Atlético Parananense entram em campo logo mais às 18:30hs na Ressacada em busca de duas metas comuns: reafirmação e Sulamericana. A ordem é exatamente essa e explico o porquê.

O Avaí fez um primeiro turno surpreendente, engatou uma sequência de 11 jogos sem derrota e chegou a ocupar a 4ª colocação na tabela. Iniciado o segundo turno o caldo desandou, ou pelo menos perdeu aquele temperinho de “quero mais”. Em 13 rodadas foram apenas 3 vitórias com 14 pontos conquistados. Uma campanha superior apenas à do Goiás.


O Atlético Paranaense têm uma trajetória um pouco mais “estável” na competição. Desde seu início ou estava na zona de rebaixamento ou ciscando ali por perto. A equipe rubro-negra não sai da 14ª posição desde a 20ª rodada, sabe lá o que é isso? Pra piorar as coisas, perdeu o seu campeonato particular, o Atletiba, duas rodadas atrás. Isso é que é zica.

Esse é um jogo encarado como sendo de recuperação para os dois times, mas não apenas isso. Se é verdade que para ambas as equipes a Sulamericana ainda é uma possibilidade real, também é verdade que há muito o que explicar para seus torcedores. O Avaí quer mostrar que o primeiro turno não foi um acidente e que as férias dos atletas ainda não começaram. O Atlético-PR quer deixar claro que "entrar mudo e sair calado" de uma competição é pouco para quem já foi campeão brasileiro.

Aos 20seg, "espluma"

| 0 comentários

Quando a Paz é possível

| 0 comentários
Com o lema “Basta! Queremos paz no futebol e na cidade”, Atlético-PR, Coritiba, Paraná e Corinthians Paranaense se uniram na campanha para pedir o fim da violência entre as torcidas. O movimento de união entre os clubes ganhou força após o final de semana violento em Curitiba e região. No domingo, dia do último clássico Atletiba, no Couto Pereira, um torcedor do Atlético-PR foi atropelado e acabou falecendo na última quinta-feira, e 28 ônibus foram quebrados.

Torcida se mobiliza pela internet
A rede virtual serviu para propagar a campanha de paz entre as torcidas. Nas comunidades do Orkut o movimento começou a ganhar força na segunda-feira. Um dia após o Atletiba que espalhou a violência por Curitiba e região. Para dar o pontapé inicial, os torcedores de Atlético, Coritiba e Paraná vão se reunir num ponto da cidade e farão uma mobilização, que deve passar pelos estádios dos três clubes em data a ser definida. Fonte Base GloboEsporte Foto Original Blog Oficial do Avaí

Agora vai

| 0 comentários
Só pra não perder o costume o Avaí está com alguns probleminhas para enfrentar o Atlético-PR. Se Rafael ainda é dúvida por conta de uma lesão muscular, o mesmo não se pode dizer de Augusto, que está fora para cumprir suspensão e Muriqui, ainda com problemas no seu joanete também não joga. No gol, Eduardo Martini, suspenso, será substituído por Paes. Em compensação temos o retorno de William, garantia que não jogaremos naquele esquema esquisito, o 3-6-0.

Lembra daquele post fajuto de projeções que fiz para as últimas 12 rodadas? Pôs antão, me xingaram de retranqueiro mas até que não fui tão mal assim. Minha bola de cristal errou por um ponto até agora e amanhã poderemos nos confirmar matematicamente na série A de 2010.

A luta continua

| 1 comentários
O jogo de amanhã contra o Atlético Paranaese têm um tempero todo especial: a continuidade da luta pela vaga na Sulamericana. Caprichosamente é o clube do Paraná que aparece com 40 pontos na tabela, logo ali na divisa-limite entre os que os que ganharam alguma coisa e aqueles que só participaram do campeonato. Depois temos Santos com 42 e Avaí com 44. Como se costuma falar, neste sábado seis pontos estarão em disputa na Ressacada. Silas tem toda razão, ainda não é hora de entrar em férias.

Frases soltas

| 2 comentários
Marquinhos
. O Avaí continua em alta.
. Erros gritantes estão sendo cometidos pelo time desde a partida contra o Fluminense.
. Só vou embora se o homem lá de cima me mandar, o Zunino, né?

Silas
. Aquele que entrar em ritmo de férias sai de férias agora.
. É isso que a gente precisa, ter o torcedor cobrando para mostrarmos para eles por que vamos disputar a Série A no ano que vem.
. Não existe razão nenhuma para nós tirarmos o pé do acelerador agora que é o momento da valorização deles (atletas).

Luiz Alberto, L.A. Sports
. O Rodrigo Caetano (diretor do Vasco) chegou a perguntar sobre Léo Gago, mas não tem nenhuma negociação em andamento.
. Não há interesse por Schwenck. Fonte ClicEsportes

A primeira Medalha de Honra

| 17 comentários
Não sei se você sabe, mas o Avaí criou a Medalha de Honra ao Mérito Saul Oliveira. Ela foi instituída para ser a mais alta honraria das hostes do Carianos. Achei bacana desde o início pois além de ser um símbolo de gratidão póstuma a esse grande avaiano, o querido Saulzinho, é também a possibilidade de se homenagear figuras marcantes de nossa trajetória esportiva.

Ontem, antes do jogo contra o Grêmio foi concedido à Fábio Koff a primeira destas medalhas "pelos serviços prestados ao futebol brasileiro e à Santa Catarina. É também um reconhecimento ao trabalho desenvolvido junto ao Clube dos 13 e um agradecimento pelo apoio à João Nilson Zunino para que se tornasse presidente do Avaí em 2001". Release Oficial

Sinceramente, pensei que a Placa do Torcedor Eterno
tivesse sido o último desatino histórico de nosso clube, aquele onde o nome de pessoas foram impressos numa placa de acrílico e depois chumbada numa parede da Ressacada. Para isso bastou apenas comprar uma camisa de algodão, algo por volta de R$150. Oras, metemos o pau na RBS por nos impor a sua cultura gauchesca, por esquecer nossas tradições e menosprezar nosso futebol, mas quando temos a oportunidade de fazermos tudo isso por nós mesmos, homenageamos um... gaúcho gremista? Poderia ser paulista, carioca, potiguar, não importa. A pergunta que me atormenta é "Porque não um avaiano manezinho da ilha?" Dava pro Koff depois (sem jogo de palavras).

A cereja do bolo
Pra fechar com chave de ouro tudo isso aí
, o ex-presidente do Grêmio também recebeu o diploma de Sócio Benemérito do Avaí FC. Em outras palavras ele se tornou um sócio importante pra chuchu, e sem ter gasto um puto pra isso. Agora ele está está eternamente liberado de pagar ingresso na Ressacada. Já temos o primeiro penetra diplomado.
O dia em que
contarmos para nossos netos que vimos a entrega da primeira Medalha de Honra ao Mérito Saul Oliveira teremos que ter o cuidado de omitir dos pequenos que o laureado não era catarinense, não era manezinho e muito menos avaiano. Desvira, Saulzinho, desvira.

Aquele não é o meu Avaí

| 15 comentários
Conseguimos perder ontem para o Grêmio por 3x1 num jogo em que nosso adversário esteve com menos um a maior parte do tempo. Verdade 01: perder para o Grêmio é normal, ainda mais dentro do Olímpico. Verdade 02: a meta traçada de permanência na série A foi alcançada, o grupo está de parabéns. Se matematicamente ainda não, convenhamos que é mais fácil Martini sair direito numa bola que o Avaí cair pra segundona. Portanto, chance zero de descenso. Dito isso...

Martini
O que diabos ele queria com aquela voadeira no Perea? Foi um duplo mortal “capado” com os pés à frente e Jesus atrás tentando evitar que o gremista mofasse numa cadeira de rodas ad eterno. Coisas como aquilo assisto muito no Discovery Channel, nas disputas entre búfalos pra ver quem vai cobrir a búfala mais apetitosa. Sejamos honestos, após tres anos na Ressacada o ciclo vitorioso de Martini está encerrado no Avaí. Precisamos de um goleiro que nos dê um mínimo de segurança e que faça um pouco mais que atuar bem apenas embaixo dos paus.

Os outros
Silas errou quase tudo, nem vale a pena comentar, mas também ficou claro que suas orientações não foram seguidas. Ai, ai, ai, meninos rebeldes. Leonardo, Jandson, Rogélio e Luís Ricardo talvez (eu disse talvez) possam compor o grupo para o catarinense de 2010. Dizer hoje que são jogadores de série A é uma afronta ao nosso intelecto. Chega a dar dó de vê-los jogar. No mais, com exceção de Marquinhos e Emerson que tentaram fazer algo de bom, todos os outros jogadores estavam irreconhecíveis, mais paralisados que a pomba do divino. A pomba pelo menos gira pra lá e pra cá.

Férias
Embora me sinta lesado pelo fato dos jogadores estarem visivelmente relaxados após terem alcançado a meta de permanência na série A, ficaria menos chateado se fossem sinceros e dissessem que realmente não vai rolar mais futebol. Ficaria em casa com minha família e economizaria horas e horas em nossas bichas. Já me bastou ir assitir àquele Avaí 0x1 Chapecoense que antecedeu a final onde era visível o desinteresse dos jogadores, tudo confirmado mais tarde por Silas ao dizer que o time titular nem deveria ter entrado em campo. Eu e mais de 8.500 abobados só ficamos sabendo depois.

Deu Mole. De novo

| 2 comentários
GuilhermeJogo “facim, facim” pra conseguir um resultado melhor. Dois times que praticamente não disputam mais nada. Sulamericana? Vale como um bônus para nossa campanha, estivemos até agora na zona de classificação e não acredito que vamos perder o bonde.

Jogo morno, estádio vazio e bom aproveitamento do Grêmio. Difícil falar da primeira etapa, erramos muito, muito mesmo, principalmente no ataque. O time pareceu relapso, agravado pela presença de Luiz Ricardo no ataque. Nossa equipe entrou sem ala direita, com Augusto e Ferdinando cobrindo aquela área e Luiz Ricardo errando tudo na frente. A conhecida marcação do Grêmio também não era a mesma, mas não aproveitamos. A verdade é que saímos perdendo de 1x0 numa tremenda lambança de Martini: nunca vi goleiro dando carrinho frontal com os dois pés na área. Perdeu as mãos? Não fizemos nada que recebesse destaque na primeira etapa.

Silas mudou tudo no segundo tempo. Não gostei da saída de Leonardo para o Cristian, principalmente porque Luiz Ricardo ficou em campo, Augusto deu lugar ao Capixaba mudando assim para um 4-4-2 que não deu certo. Não exigimos que o Avaí ganhe do Grêmio no Olímpico, mas não dá pra reconhecer o time na atual fase.

Com um jogador a mais, parecia que era o Avaí em desvantagem numérica. Marcação muito bem feita pelo Grêmio, jogando objetivamente e com qualidade nos contra-ataques. Merecemos perder, ainda mais tomando dois gols em contra-ataques de bolas mal passadas e escanteio. Achamos um golzinho ainda com Emerson. Não gostei quando Jandson entrou, prefiro Assis no lugar do Caio que estava se movimentando, mas não produzia nada.


Não vi grandes destaques, mas lambanças não faltaram nesse jogo. Espero que contra o CAP seja possível assistir o time que nos levou até a posição que ocupamos nesse momento. Foto ClicRBS
Sds Azzurras, Guilherme Quadros
Twitter (@gui_quadros)

Férias, já?

| 5 comentários
Essa é uma daquelas noites em que meus nelvos não me permitem escrever o Pós Jogo. Perder não é problema, o triste é perder para um Grêmio cabisbaixo, desinteressado e com menos um em campo. O jogo de hoje, com seus requintes de crueldade, só merece uma classificação: "Só pra porco".

Observo muito as notas de rodapé das falas. Quando Silas disse ao final da partida contra o Sport que iria tentar motivar os jogadores senti que ali tinha côsa, que se confirmou com a postura indigna dos onze em campo à pouco. Agora o mais sensato é ir para a cama, ter uma noite de sono repousante e amanhã de manhã, com a cabeça mais fria, expor a opinião.

Em 4 de novembro, Um só coração

| 0 comentários

Avaí, Top de Marketing

| 0 comentários
Recebo do Assesssor Direto do Presidente Zunino, Vandrei Bion, o case “Avaí Social Clube - Compartilhando Sonhos”, vencedor do Top de Marketing 2009 da ADVB-SC. É um material elucidativo e consistente, iniciado em 2004 e que demonstra que isso não foi uma obra do acaso ou uma joga de sorte. É fruto, sobretudo, do processo de modernização e profissionalização da gestão do clube. Anote aí as tres premissas básicas da estrutura-base, pois ela contém elementos que fazem parte dos direitos e deveres do torcedor azurra:

Visão, Missão e Valores
A Visão do Avaí Futebol Clube consiste em ser referência no esporte pela excelência na gestão, com reconhecimento permanente no cenário esportivo nacional e internacional. A missão é proporcionar aos associados satisfação e orgulho por meio de conquistas e títulos. Os valores concentram-se nos seguintes princípios e compromissos: humanismo, responsabilidade social, competência administrativa, respeito ao torcedor, unidade, sinergia, comprometimento, gestão pró-ativa, inovação nos processos, espírito vencedor, ética, transparência, dignidade, honestidade, doação, paixão e valorização da trajetória histórica do clube.

Resultados
Os resultados abrangem as diversas áreas do clube. Além das conquistas do futebol, e das modalidades olímpicas, o Avaí alcançou as metas administrativas previstas no período entre 2004 e 2009. O quadro de sócios aumentou em cerca de 500%, passando de 2.763 em 2004 para 13 mil esse ano. A meta é atingir 20 mil sócios adimplentes até dezembro de 2010. As mulheres representam hoje 18% do número total de sócios do Avaí Futebol Clube. O crescimento da presença feminina no clube é da ordem de 729% de 2004 pra cá. Outro resultado importante está na área de licenciamento de produtos. Em 2007, o clube tinha cerca de 80 itens. Esse ano já são 1,5 mil e a previsão é de 3 mil artigos com a marca Avaí para 2011.

O futuro
O trabalho de profissionalização da gestão do Avaí Futebol Clube vai continuar. Principalmente na ampliação e modernização do estádio da Ressacada, no crescimento do patrimônio e na aquisição de novos sócios. Para 2011, a meta é ter 25 mil sócios e ampliar a capacidade do estádio para 32 mil lugares.

Adote um coração infantil

| 2 comentários
Me liga hoje de manhã Luís Ricardo. Calma, é o meu amigo de infância, com fama zero e que só joga pife. Estava apavorado. Seus filhos foram ontem no evento promovido pelo nosso primo-segundo-do-Estreito, o Dia da Criança Alvinegra Feliz, e voltaram de cabeça feita. Os dois moleques, de oito e dez anos de idade, ficaram embasbacados com a calorosa recepção que encontraram lá pelas bandas do continente. Até os jogadores entraram na bagunça, fizeram tenzinho, contaram piadas, enfim, um desbunde. Pergunta o Luís:Os dois estão falando que vão torcer pelo Figueira. O que eu faço, Gerson?”. Ah, moleza. Sugeri que ele lesse o post Só o Avaí Salva e depois seguisse à risca a receitinha para o choque de Avaianidade. Foi batata, agora estão enchendo o saco do Luís para irem assitir Avaí e Atlético Paranaense no sábado. O problema é que o cabeção do Luís não associou os filhos e provavelmente vai embarcar com uma grana preta para satisfazer os pequenos. Bem feito, é um tanso.

Então você já sabe: filhos, sobrinhos, vizinhos, estranhos, não interessa, adote um coração infantil ainda hoje, antes que um alvinegro-esverdeado o faça. Em tempo: o Departamento Social do Avaí faz um trabalho semelhante, mas que dura o ano inteiro. Não para nunca.

Muriqui responde via Twitter

| 17 comentários
"O que ouvi hoje pela manha me deixou muito chateado. Quero esclarecer que estou no Rio única e exclusivamente para me tratar. Neste momento é muito importante o apoio da família e como a minha é daqui, pedi para me tratar aqui. Nada tem a ver com venda, tenho contrato com o Avaí até o fim do ano e irei cumprí-lo. Quero voltar o mais rápido possível a jogar e dar muitas alegrias ainda a essa torcida maravilhosa. Quando o time estava mal no campeonato eu estava aí para ajudar, não seria agora com essa excelente campanha que eu abandonaria o barco. Eu criei esse twitter para ter mais contato com os torcedores e imprensa, não é necessário criar notícias sem fundamento. Basta perguntar que estou aberto a esclarecer. Um abraço, Muriqui".

A mensagem que lhe retornei: Muriqui, nós não temos que te perguntar nada. O Avaí é que deve fornecer informações precisas de maneira que boatos não se formem. Nota: corrigi o “internetês” de Muriqui para que a leitura ficasse facilitada.

Grêmio e Avaí, um bom jogo pela frente

| 0 comentários
Dois iguais se enfrentam às 21hs de hoje no Olímpico. Sim, meus quiridus, iguais. Com os mesmos 44 pontos na tabela, ambos lutam contra a possível desmobilização diante do pouco a perder e ganhar nesse fim de campeonato. Nenhum dos dois cai mais, mas também dificilmente chegam no G-4 da Libertadores.

O momento psicológico avaiano é melhor, pois além de querer manter-se na zona da Sulamericana, não vem de uma derrota em clássico, como acontece com os azuis do sul. Claro que não pode ser desprezada a vantagem gremista de jogar em casa, lugar onde ainda está invicto nesse campeonato.


O Avaí vêm desfalcado de William, suspenso, e além dele Muriqui e Rafael, lesionados. Silas deve preparar algumas surpresinhas para esta noite. Já pelas bandas gaúchas, o zagueiros Léo, com lesão muscular e Rafael Marques, suspenso, estão fora. Pelas características das duas equipes devemos ter um jogo pegado mas também aberto, até porque o Grêmio não pode se dar ao luxo de uma segunda derrota consecutiva, aí a casa cai geral. Acredito que teremos um jogo bom de se assitir. Torço por isso, torço também pelo repeteco do resultado do primeiro turno, Avaí 1x0.

Formatemos o dia 25/10

| 0 comentários
Tassio
O jogo contra o Sport foi mais um daqueles para ser apagado da memória. Não pelo resultado ou pelo desmerecimento do adversário (alguém pensava que seríamos favoritos perante o Sport, mesmo na Ressacada, antes de começar o campeonato?), mas pelo famoso apagão que veio junto com o vento-sul que já “fex cosa” lá no Carianos num passado recente. Tomar 7 gols em 2 minutos, opa! Tomar 2 gols em 7 minutos é algo que poderíamos chamar de coisa difícil de se ver no futebol atual, onde a parte física conta muito e acaba nivelando os craques aos nem-tão-craques. Bater na bola com a parte frontal do pé para fora do campo, vulgo bicuda para o mato, resolve muitos problemas numa partida e impreterivelmente pode mudar o resultado final da mesma.

Isso só me fez pensar novamente naquela profissão western que anda extinta: Xerife. E como faz falta um desses no nosso time, heim? E é claro que mesmo o time tendo entrado em campo pensando que estava no “três dentro, três fora” do primário a reação aconteceu, suada, mas veio, e mostrar que há sangue nas veias é importantíssimo quando o Leão da Ilha - de Santa Catarina - se apresenta diante da torcida em seu próprio habitat.

Fez falta
Não sei se caso o endemonhado Muriqui estivesse em campo as coisas seriam diferentes, só que aquela condução a 100km/h vinda das laterais em direção a área adversária fez uma falta “degraçada”. Percebo que o Willian só atua bem quando o carioca que joga muito está em campo. Que essa demora para retornar aos gramados não seja por falta de Gelol.

Grevaí
Ficou péssima a junção dos nomes, porém espero um grande jogo no Olímpico amanhã. As duas equipes são guerreiras e não entregam resultados nem que chova canivetes. O Avaí tem muito time para surpreender o Grêmio e sair com três pontos de Porto Alegre. Se não entrar ofuscado, como neste domingo, quem vai ter que correr atrás de resultado é o time azul dos pampas.

Sds avaianas ,Tássio Leonardo
Ps: Evando, obrigado por continuar marcando gols em Florianópolis.

Avaianas, as legítimas

| 5 comentários
avaianas

Vamos dar essa força

| 10 comentários
Caramba, como estou animado para torcer pelos jogadores do Avaí até dezembro. É que isso é muito importante pra eles, é a chance de aparecerem para os grandes clubes e alinhavarem melhores contratos em 2010, entendessi? Esse é o grande barato para os últimos sete jogos do campeonato, é o que os motiva e eu vou dar todo apoio, claro. Vou acompanhar na TV, enfrentar filas para a Ressacada, perder a voz e fazer de tudo para dar essa força para esses caras bacanas.

Também estou muito preocupado com o joanete do Muriqui, mas põe preocupado nisso. Imagino que seja algo realmente grave pois ele teve que ir pro Rio de Janeiro fazer tratamento na clínica de uma amigo onde ficará por cerca de 10 dias. Deva di sê um problema raríssimo, desconhecido do nosso excelente médico, Luís Fernando Funchal. Oremos para que ele volte curado e, quem sabe, com um contratinho pré-assinado. Ele merece. Fontes Fabiano Linhares e GloboEsporte

A revolução é azul

| 2 comentários
Estreia hoje o Programa Papo Azurra, uma mesa redonda que irá ao ar toda terça-feira na Rádio Mais Alegria AM 1470. Será um programa esportivo totalmente idealizado por blogueiros avaianos, ao vivo e com transmissão de imagem e som diretamente do estúdio, das 12h às 12:30h. É um programa democrático e com muito espírito participativo e isso fica evidenciado pelo fato de que haverá participação de todos os blogueiros semana a semana. Até os blogueiros de nosso primo-segundo serão convidados.

Os blogueiros avaianos seguem os passos de Guglielmo Marconi, o descobridor do rádio em 1895, que nesse momento deve estar batendo palmas no céu. Depois veio a TV, a Internet, o PodCast gravado, o Podcast ao vivo, o Podcast ao vivo e com participação online, o TVCast... ufa. Agora voltamos ao berço da comunicação, o rádio, com opiniões de quem antes era ouvinte. Esse é mais um plano mirabolante avaiano, dessa vez capitaneado pela galera do Fábio Machado, Resistência Avaiana, TV Blogueiro, Paixão Pra Toda Vida e Chuleta Avaiana. Para ouvir o programa no site da Rádio Mais Alegria basta clicar aqui, pois a transmissão é automática.

Poupe-nos

| 4 comentários
Ontem William foi suspenso pelo STJD por dois jogos e como já cumpriu um, fica de fora contra o Grêmio amanhã. Léo Gago, por sua vez, foi absolvido. O problema é que William é reincidente nos rompantes de “amor” ao Avaí, vulgo reclamação do juiz. Mas se você pensa que é só isso, pode ir tirando o cavalinho da chuva pois temos mais tres baixas. Muriqui também não joga por conta daquele maldito joanete inflamado, Rafael está com dores na coxa e Eltinho cansaço muscular. Segundo Silas estes serão poupados. Time chique, não?
O Grêmio também têm problemas. Rafael Marques e Léo são os desfalques certos. Em compensação retornam de suspensão o atacante Maxi López e o meia Tcheco. A gauchada vêm para esse jogo injuriada da vida, afinal perderam o campeonato particular deles nesse fim de semana: Inter 1x0.

No sense
O que foi aquela vibração toda pela presença de Evando na Ressacada, hein? Tudo isso porque fez um gol no dia anterior contra o nosso primo-segundo, quero crer. Mas daí à tietagem com quem disse não ao nosso time em pleno campeonato é um pouco demais. Pra completar, dá-lhe "santinho" dele com o uniforme da Macaca.

Só os amigos são sinceros

| 0 comentários

Nã, nã, nã

| 0 comentários
Certa vez li uma pessoa que disse que os jogos do Avaí só acabam depois da entrevista coletiva com Silas. Pra mim funciona assim também. Perguntado sobre as pretensões azurras nesse campeonato, nosso treinador foi sincero ao afirmar que a Libertadores, que já era um sonho meio distante, transformou-se numa utopia inalcansável. Como já havia dito aqui no blog, o nosso bonde passou naquela derrota para o Fluminense no Maracanã.

Logo em seguida Silas falou algo como tentar motivar o time, não deixar cair o ânimo e manter o entusiasmo. Como assim, cara pálida? Embora eu entenda perfeitamente o que ele quis dizer, sugiro usar como argumento junto aos jogadores o fato de que a Diretoria avaiana não planeja deixar de cobrar as mensalidades de novembro e dezembro de seus associados. Portanto os meninos de 1,80m têm o dever contratual de apresentarem a mesma qualidade dos serviços previamente combinados até a última rodada, no dia 6 de dezembro. Era só o que me faltava.

A bruxa estava solta

| 0 comentários
O jogo de ontem foi muito esquisito, daqueles que me deixam encasquetado. Pra começar, aqueles 10min iniciais me deixaram paralisado nas arquibancadas. Ao meu lado alguns torcedores esboçavam reações espontâneas, que variavam entre os gritos de apoio aos xingamentos pela apatia da equipe avaiana. Eu, bom, eu fiquei com uma tremanda cara-de-bunda, quieto e meditabundo (putz). É que me veio à lembrança aquele famoso 1x5 para a Chapecoense, táx lembrado? Naquele jogo o Avaí também parou em campo, o sangue saiu das veias dos jogadores e a apatia tomou conta. Por alguns momentos pensei que sofreríamos a primeira goleada nessa série A.

Eventos estranhos
Como bem disse Guilherme no post anterior, até esboçamos uma reação ainda no primeiro tempo, mas de forma meio atabalhoada. Marquinhos finalmente acertou uma bola na cobrança de falta. Já estranhei, claro. Mais esquisito que isso foi ver Luiz Ricardo tendo uma boa atuação como segundo atacante e ainda por cima fazendo gol na segunda etapa. E o no sense continuou: Rafael se machucou, Rogélio se juntou à Augusto entre os desnorteados, Assis entrou bem, o motorzinho trifásico de Caio perdeu uma fase e todas as pernas do Léo gaguejaram. De normal mesmo foram as saídas de gol bisonhas de Martini e as boas atuações de Ferdinando, Emerson e William.

Falso time ruim
A grande surpresa pra mim foi o time do Sport. Que velocidade é aquela do ataque deles? Só vi aquilo no Internacional naquela derrota aqui no primeiro turno. Além disso é também uma equipe que se fecha muito bem, sem se acovardar jamais e com um meio campo muito habilidoso. Sinceramente não sei o que fazem lá atrás na zona de rebaixamento. Esse time desandou quando dividiu sua atenção entre o Brasileiro e a Libertadores. Vamos e venhamos, seria um crime que saísem daqui derrotados. O empate só foi justo porque o Avaí soube acordar a tempo de não repetir o desastre de Chapecó.

Pés no chão

| 0 comentários
GuilhermePlacar chato esse, outro 2x2. Time legal do Sport, rápido e deixa jogar. Pena mesmo foi ver os nossos onze dormindo geral. Tomamos dois gols nos primeiros 7min, terrível. No primeiro gol a marcação falhou na cobrança de escanteio e Martini, como de costume, não saiu do gol. O segundo surgiu de outro escanteio, Martini saiu socando, a marcação não chegando e Martini, que não sai debaixo das traves, saiu na hora errada e foi pego adiantado. Buscamos a reação meio no apavoro, jogando pela direita apoiado por Marquinhos. Fomos pra cima com afobação e sem objetividade, trocávamos passes, mas nada. Desorganização, que não é característica no nosso time, foi o que se viu após os gols: chutões, ligações diretas, Léo Gago dormindo.

O Avaí avançou e o Sport recuou. Marquinhos fez nosso primeiro gol numa bela e rara cobrança de falta. Aliás, nos últimos jogos a bola parada foi um diferencial pro nosso time. Detalhe do gol foi que o Leão de lá não posicionou nenhum jogador para o rebote, parecia que estavam prevendo que iam buscar a gorduchinha no fundo da rede. Pressionamos e fomos donos do jogo no restante do primeiro tempo. Nada. Ferdinando foi o que mais ameaçou em chutes de fora da área.

Voltamos do intervalo do mesmo jeito e com Rogélio no lugar de Rafael, machucado. Jogo aberto, mas sem oportunidades. Luiz Ricardo mais adiantado e jogando ao lado de Willian, mas nossos meias não conseguiam a ligação com o ataque. Willian, isolado, não conseguia aproveitar as poucas bolas que sobravam. O segundo gol saiu numa jogada de linha de fundo com Batoré cruzando rasteiro pra Luiz Ricardo conferir.

A verdade é que depois do empate, apesar do domínio e da posse de bola, pouco produzíamos para ampliar o placar. Nossa defesa não respondeu bem à pressão, com uma marcação lenta e muitas vezes atabalhoada. Eltinho não conseguiu acompanhar a ala do Sport e Léo Gago foi nulo na marcação. Caio foi substituído por Assis, que pra mim é mais jogador que Caio. Uendel entrou no lugar de Eltinho, gostei, mas ele entrou tarde. O time do Sport esteve muito mais perto do terceiro gol que nós, com Vandinho deixando nossa defesa em povorosa.

Na verdade não gostei da apresentação, jogadores dispersos, proteção de zaga mal feita e no final tive a sensação que faltou pernas para alguns jogadores. Destaque do final de semana: Evando. Fez o gol e foi comemorar com a torcida avaiana. Foto Terra


Sds Azzurras
Guilherme Quadros
Twitter (@gui_quadros)

Avaí joga pela vitória

| 0 comentários
Virtualmente garantido para a série A de 2010, hoje o Avaí recebe o desesperado Sport na Ressacada a partir de 18h30min. Vou poupá-los daquele quas-quas-quas de que o Sport é perigoso, fará de tudo para não cair etc e tal. Sou pragmático, quando vejo pela frente um time que é o vice lanterna do campeonato só consigo enxergar tres pontos na sacolinha avaiana. Isso não é menosprezo e muito menos ingenuidade, é que já cansei de ver o meu time perdendo pontos por "respeitar demais" os adversários. Põe a bola no chão, não inventa, joga o feijão-com-arroz que não tem xabu.

William retorna da supensão e Caio substituirá Muriqui, que não consegue dar jeito naquele maldito joanete. Evando, que voltei a achar que é um cara legal, nos brindará com sua visita. Oxalá pague seu ingresso e não seja mais um penetra que desfalca nossa renda. Hoje vamos em busca da vitória =>


O Leão de lá
Pelos lados do Sport, nenhuma novidade. O técnico Péricles Chamusca escalará o mesmo time que venceu o Corinthians na rodada passada tentando algo inédito, conquistar sua primeira vitória fora de casa. E não é só o time que será o mesmo, a forma de atacar também, com as seguidas bolas alçadas na área por seus alas, Moacir e Dutra. Assim, o grande perigo do Sport é o desespero para sair da zona de degola, o que não é pouco.

Pô, mas então os caras ganharam do Timão. Não são galinhas mortas”. É óbvio, são 11 homens que devem ser respeitados, mas apenas isso, respeitados. Ademais não vejo grande mérito em ter ganho de um time que apenas cumpre tabela no campeonato, totalmente desmobilizado e cujo ídolo maior é um barrigudo indolente, que troca de mulher como troca de camisa e que conseguiu a façanha de ter uma noite de amor com tres travestis. Pelas dimensões, não fosse homem e jogador de futebol, seria a Mulher Torresmo.

Ao que se foi

| 3 comentários
morte

Mais ingressos, lucros menores

| 0 comentários
Grêmio e Internacional são dois excelentes exemplos de boa administração do capital esportivo brasileiro. Embora os holofotes sempre se voltem para o sudeste é mais ali embaixo do mapa onde os negócios são levados mais à sério. Juntos, Grêmio e Internacional tiveram uma evolução de receita de 334% entre 2003 e 2008. Só que nos dois últimos anos a soma do que os clubes arrecadaram caiu de R$ 64,9 milhões para R$241,2 milhões.

O que mais chama a atenção é que isso aconteceu mesmo os dois clubes tendo majorado sua arrecadação com sócios e venda de ingressos, de R$ 49,5 milhões para R$ 68,5 milhões. Mesmo à frente de outros clubes, a dupla gaúcha se dá conta apenas agora de que a saúde de um caixa não pode depender tanto da volatilidade das vendas de ingressos. Dali pode vir, no máximo, o pão de cada dia, aquele básicão para manter as contas em ordem. As verbas que impulsionam negócios e investimentos futuros, esses só vêm por meio do relacionamento contínuo com o torcedor, tornando-o sócio do clube e não do ingresso, o que é muito diferente. Ainda temos muito o que aprender com a Europa, muito. Fonte Base Máquina do Esporte

Vai, não vai, foi

| 0 comentários
Desde a saída de Tite do comando técnico do Internacional, ventos gelados dos pampas nos trouxeram a fofoca de que o primeiro da lista para assumir seu lugar era Silas, só pra variar. Aí entrou na parada a imprensa, não tem? A informação inicial era que Silas já tinha até sido contatado. Silas negou e ficamos aliviados. Mais tarde ficamos mais tranquilos ao saber que Luxemburgo é que tomaria o avião rumo ao sul. Mas aí deu xabu, a coisa não era bem assim, tudo foi desmentido. Agora... agora já não sei de mais nada.

Estadão: Luxemburgo assina com o Inter para 2010
Gazeta Esportiva: Jornal garante Luxemburgo no Inter em 2010
Terra: Luxemburgo condiciona permanência no Santos
ClicEsportes: Luxemburgo nega acerto com o Inter
Gazeta Esportiva: Luxa desmente acerto com o Inter e dá prioridade ao Santos
Globo Esportes: Peixe, Inter, Senado. Luxa ainda não decidiu o que fará em 2010

Rescaldo desse balaio de gatos
. Luxa, vai com Deus. Não sei pra onde, mas vai, ok?
. Inter, Silas é nosso até 2020. Isso se não houver renovação de contrato até 2050.
. Vira e mexe a imprensa dá aquela rabada medonha e a gente faz papel de gaiato.
O negócio é ficar na moita e dar o "furo" por último, em forma de opinião, táx me entendendo?

Vejo côsa

| 0 comentários
Sem invencionices
Assim vejo a opção de Silas por Caio, substituindo Muriqui. Embora tenha lido e ouvido comentários elogiosos ao desempenho de Assis, me parece claro a falta de ritmo desse atleta. Caio não é aposta, todos já sabemos como joga, está entrosado à equipe e é o único reserva avaiano que pode ser também chamado de titular. Leonardo sai e fica esperando uma nova “prova de amor” de William, leia-se cartão vermelho de tansisse.


Pára, né ô
Depois de ter se mostrado de uma ineficiência gritante no ataque avaiano, Luís Ricardo foi ressuscitado por Silas ao ser deslocado provisoriamente (para sempre) para a lateral direita. Já fez gol e tudo, mas sempre vindo lá de trás. Ele aparece hoje nos jornais dizendo que preferia mesmo era jogar como segundo atacante, que é mais próximo de suas características. Silas, põe ele no banco e lança Capixaba como titular, por favor.

Abutre
O super-mega-empresário do futebol brasileiro, Vanderlei Luxemburgo, decidiu que quer transferir seu domicílio eleitoral para... Tocantins. Uai, qual é o “pobrema”? Mesmo tendo seu curral eleitoral no Maranhão, Sarney não foi eleito senador pelo Amapá? Por essas e por outras é que vivo dizendo: FICA, SILAS.

Força aérea rubro-negra

| 2 comentários
Sport quer surpreender Avaí
Diário de Pernambuco

A artilharia aérea do Avaí-SC vem preocupando bastante o técnico do Sport, Péricles Chamusca. Ontem pela manhã, no último trabalho tático antes da viagem para Florianópolis, o treinador rubro-negro intensificou bastante este tipo de jogada tanto na parte defensiva quanto ofensiva. As bolas paradas principalmente nas cobranças do meia Marquinhos (ex-Santa Cruz) são as referências do adversário na Ressacada, o local do jogo. "Nós sempre trabalhamos este tipo de jogada para aperfeiçoar o setor defensivo. Vez por outra tomamos gols em bola parada. Contra o Avaí, o campo será mais reduzido e isso favorece as bolas alçadas na área. Mas nós também temos bons cabeceadores e vamos utilizar deste artifício também para nosso lado", enfatizou Chamusca.

A confiança em um resultado positivo - leia-se vitória - diante do Avaí é grande na delegação rubro-negra. Todos acham que chegou a hora de somar três pontos fora de casa. Assim, ninguém nem fala em empate. "Nosso time vai para vencer. O empate é uma circunstância da partida. Mas, no final do jogo, é mais fácil o time ir para cima buscando a vitória do que ficar atrás para segurar o empate", disse o treinador leonino. Pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro, o Sport embarcou com a equipe já definida. O time será o mesmo que iniciou a partida contra o Corinthians na rodada passada, na Ilha do Retiro. Esta, por sinal, esta sendo encarada como mais uma arma vantajosa rubro-negra diante dos catarinenses.


Entre os jogadores do Sport não existe clima de revanche para a partida de amanhã diante do Avaí. No primeiro turno, os catarinenses venceram por 3 x 1, na Ilha do Retiro. "Não existe isso. Eles tem um time muito bom e será difícil a partida. Não estamos com eles atravessados na garganta, mas queremos vencer. Na verdade precisamos vencer para conquistar o primeiro triunfo fora de casa e continuar a caminhada para sair da zona de rebaixamento", disse Luciano Henrique.

Brasil é vice

| 0 comentários
Um estudo da Futebol Finance revela: a seleção de futebol mais valiosa do planeta é a da Espanha, que vale nada menos do que 510milhões de euros. A seleção vice-campeã é a do Brasil, que vale 450milhões de euros, sessenta milhões a menos. A seleção da França fica com a medalha de bronze, valendo 440 milhões de euros. Em quarto, está a seleção inglesa, valendo 420 milhões de euros.

Em quinto a italiana, com 400 milhões de euros. Na sequência vem: Argentina, 390 milhões; Portugal, 340 milhões; Alemanha, milhões; Holanda, 280 milhões e Rússia, com 210 milhões. Os totais foram calculados com base nos valores dos passes dos jogadores de cada seleção. Fonte Blog do JJ

Penetra Zero na Ressacada

| 6 comentários
No post do dia 15 de setembro toquei num assunto que é motivo de vergonha para o torcedor avaiano. O nosso clube está sendo lesado por um trenzinho da alegria que insiste em tangenciar nossas catracas, causando a evasão de milhares de Reais de nossos cofres azurras. Temos a inacreditável média de 843 penetras por jogo, pessoas que em sua maioria dão o famoso carteiraço como se estivessem acima do bem e do mal. Cientes disso alguns blogueiros avaianos aderiram à campanha Penetra Zero na Ressacada, que visa reduzir esse descalabro financeiro que afeta em cheio o mais querido de SC.

Como funciona
A idéia é a seguinte: caso você veja uma dessas criaturas furtivas se esgueirando para dentro de nosso estádio, bata uma foto e envie para qualquer blog que esteja fazendo parte dessa campanha. Sua identidade será preservada, a denúncia será apurada e uma vez confirmada, a foto será publicada sem dó nem piedade.


O trenzinho
Para você ter uma idéia, relembremos o oba-oba do jogo Avaí x Coritiba do primeiro turno do campeonato brasileiro: 506 aposentados; 284 camarotes; 97 atletas amadores; 91 imprensa; 55 credenciados; 18 portadores de necessidades especiais; 15 PM; 12 dirigentes de clubes; 10 atletas profissionais; 10 Delegados/Comissários; 10 Auditores do TJD; 9 Juízado de menores; 8 Delegados Federais e 2 ex-combatentes. Em resumo, de um público total de 10.007 pagantes, 1.127 passaram “por baixo da catraca”, um verdadeiro assalto aos cofres do clube. Alguns casos desses acima até se justificam, mas a grande maioria, não.

Olhai por nós

| 2 comentários
No post dessa manhã havia comentado a informação de que o Corínthians já definiu os valores dos ingressos para a Libertadores do ano que vem, que oscilarão entre R$50 e R$500, uma bagatela. Quase que ao mesmo tempo o blogueiro Birner também deu seu pitaco, que acredito resvalar em todos os clubes de futebol. Segue parte do texto dele:

"Os times de futebol precisam de grana, a competição é a mais desejada pelas torcidas, o Corinthians terá Ronaldo e outras estrelas, é ano do centenário. Estamos falando de um produto especial. O Alvinegro tem base fortíssima na elite paulista (...). Apesar do valor de R$500 ser assustador, desconfio que há mercado. O ingresso de R$50,00 também é justo. Mas só quem for sócio do fiel torcedor pode adquirí-lo. O problema é que não tem o ingresso de 5 reais.
Os clubes de futebol não pagam impostos como empresas. Como estamos falando da maior expressão cultural brasileira, uma das razões para garantir as regalias tributárias, é preciso deixar espaço para os pobres. Eles foram os principais personagens na contrução da fama da torcida corintiana. (...) O povão merece atenção especial de quem cuida do futebol. Não pode ser desprezado, esquecido, apenas por causa do baixo poder aquisitivo. Durante os 90 minutos ele tem muito a oferecer aos 11 homens em campo. Os times grandes do Brasil devem olhar com mais carinho para seus seguidores mais apaixonados e menos endinheirados".

Perdas e ganhos

| 1 comentários
O destempero emocional de Léo Gago e William ainda podem gerar mais prejuízos ao Avaí. Está marcado para a próxima segunda-feira o julgamento de ambos no STJD por conta dos incidentes ocorridos durante o jogo com o Botafogo, no último dia 12. William foi expulso por reclamar da validação do segundo gol do time da casa e pode ser suspenso por até quatro partidas. Já Léo Gago, que não foi expulso, xingou o árbitro e foi relatado na súmula. Corre o risco de levar um gancho de dois a seis jogos.

Libertadores
O Corínthians aposta todas as suas fichas (financeiras) na Libertadores de 2010, onde tentará não só o título como também diminuir as dívidas de R$100milhões. O torcedor pagará essa continha aí, com ingressos que irão de R$50 para arquibancada simples, até R$ 500 no setor Vip. Ou seja, a torcida corinthiana que já reclama de pagar R$ 30 por uma arquibancada hoje, no ano que vem saberá a dor que o torcedor avaiano sentiu no bolso durante todo o brasileirão.

Agora é oficial

| 0 comentários
Eu acho. Depois de versões desencontradas acerca do negócio envolvendo Muriqui, a empresa Energy Sports confirmou que comprou um “pedaço” do atacante avaiano, cerca de 40%. Os outro 60% ficaram com a Traffic. Agora eu me pergunto, será que não esqueceram de ninguém, não? Tipo assim, um time que o tirou do semi-anonimato e o projetou para o estrelato da série A?

Sport
O técnico Péricles Chamusca descartou qualquer clima de mistério e confirmou, nesta quinta-feira, o time que irá enfrentar o Avaí, no domingo, no Estádio da Ressacada. O Sport será o mesmo que venceu o Corinthians, na rodada passada: Magrão, Moacir, César, Durval e Dutra; Hamilton, Andrade, Fabiano e Luciano Henrique; Wilson e Arce. O atacante Ciro e o lateral Fininho estão de volta e ficam como opção no banco de reservas.

Que feio

| 4 comentários
Hoje Joel Santana, falando em português, deu entrevista pra Deus e todo mundo. Falava de um jeito que me parecia ter inventado a roda lá pelas bandas do continente africano. Em determinado momento se colocou humildemente à disposição do Fluminense para a tarefa Hercúlea de livrar o tricolor carioca da maldição chamada série B.

Tudo bem, tudo bonito, mas com um pequeno probleminha. Cuca, o atual técnico do Fluminense ainda não caiu. Não pediu demissão e muito menos foi demitido. Adeus ética. Agora você entende porque tantos clubes brasileiros têm em Silas o seu sonho de consumo?

Todo mundo sobe e desce

| 4 comentários
As vezes a gente precisa dar um stop na paixão para analisar com frieza esse longo caminho de 38 rodadas do campeonato brasileiro. Reclamamos (com razão) em relação a montanha russa que têm sido a participação do Avaí na competição. Conhecemos o céu e o inferno em espaços mínimos de tempo, e haja coração pra suportar tudo isso. Entre mortos e feridos, felizmente todos se salvarão.

Mas quando a gente olha pro topo da cadeia alimentar do nosso futebol vemos o exemplo do Palmeiras, virtual campeão há poucas rodadas atrás. Ontem mesmo caiu por 2 a 0 diante do Santo André, o que já soma quatro jogos sem vencer. Lá se foram três derrotas e um empate, além daquela folga na liderança. Ao fim dessa rodada poderá ter o Atlético-MG fungando em seu cangote com apenas um ponto de diferença. O torcedor palmeirense está à beira de um ataque de nervos.

Agora imagina só se isso estivesse acontecendo com o Avaí. Pra piorar, imagine que Silas estivesse ganhando R$650mil por mês, Marquinhos R$250mil, Muriqui R$200mil. É, com pouco, bem pouco, estamos fazendo muito. O Avaí não será campeão brasileiro, mas muitos clubes com orçamentos polpudos ficarão abaixo de nós, inclusive o zumbi Fluminense, que desembolsa R$350mil mensais para manter Fred. Fred, who?

O expressinho azurra

| 3 comentários
Ontem, pela primeira rodada da Copa Santa Catarina, o Avaí B goleou o Brusque por 4x1 na Ressacada. A equipe jogou com Paes; Juninho, Anderson e Rogélio; Bruno (Ildemar), Pingo (Xaves), Carlos Eduardo, Gustavo e Uendel; Roberto e Jandson (Laércio). O técnico foi Edson Neguinho. Nosso expressinho joga agora neste domingo, às 16h, contra o Metropolitano, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, porque o Estádio do Sesi ainda está em obras.

Sinceramente, estou curioso pelo início do Catarinense de 2010. Quero ver como será essa transição de nosso time e torcida de um campeonato abarrotado de estrelas e estádios maravilhosos para a realidade aqui de SC. Sem falar que retornamos com uma outra mentalidade e uma estrutura muito mais fortalecida. Se o expressinho mete quatro ao natural agora, o que acontecerá com a equipe titular em campo? Bom, de repente isso não quer dizer nada. Não esqueçamos que esse Avaí faz côsa. Foto ClicEsportes

Muriqui e William, novas

| 0 comentários
Não tem jeito, Muriqui está mesmo fora do jogo deste domingo contra o Sport, completando tres rodadas seguidas só na base do gelo. Todos os indícios apontam para mais um jogo do Avaí sem Muriqui. Há quem diga que isso significa uma nova oportunidade para Assis, embora eu particularmente não arriscaria e tocaria Caio lá pra dentro das quatro linhas.

Ai, ai, ai, William
O que já era esperado aconteceu. William recebeu um esporro monumental por conta daquela prova de “amor e garra” demonstrado contra o Botafogo, que lhe rendeu um vermelhinho, suspensão contra o Goiás e que ainda pode gerar mais castigo pela frente, pois será julgado em breve pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva na condição de reincidente. Segundo ele, Silas falou que "Ninguém mandou você ir lá falar com o bandeira e com o árbitro. O árbitro já estava indo para o meio de campo para iniciar a partida". Cabeção.

Olimpíada 2016 no Rio, eu não vou.

Blogueiros, os milionários de amanhã

| 0 comentários
Muito interessante isso que li no blog do Tiago Dória: autores de blogs que não são considerados “profissionais” (blogam por hobby) estão atualizando menos os seus sites. Desses que blogam menos, 30% vem se dedicando mais a redes de microblogs e a interação em plataformas de redes sociais. Entre os considerados “profissionais”, o cenário é diferente. Eles estão blogando cada vez mais. Em parte por que encontram o seu público e estão interagindo mais com ele, além de que o blog tem se provado como uma eficiente ferramenta de autopromoção.

A maioria bloga como uma forma de autoexpressão, sendo que os “ profissionais” mensuram o seu sucesso pelo número de pageviews, enquanto os “não-profisssionais” pela satisfação pessoal. Sobre o futuro dos autores, a maioria tem como perspectiva se dedicar mais aos seus blogs, em seguida publicar um livro e, em terceiro, utilizar mais dispositivos móveis para atualizar os seus blogs.

Pouco investimento, muito retorno

| 4 comentários
Sou fã de Fábio Fernandes, CEO de uma das melhores agências de publicidade do Brasil, a F/Nazca. Já o citei aqui no Avaixonados antes, assim que assumiu o comando do departamento de marketing do Vasco da Gama. Eu sabia que esse cara iria fazer um excelente trabalho, e isso de forma muito econômica. Em poucos meses esse publictário conseguiu introduzir uma nova mentalidade de comunicação no clube carioca: diferenciada, econômica e antenada no que há de mais eficiente nas mídias socias. Sob o comando de Fábio Fernandes o Vasco acreditou que seria possível colocar 80mil pagantes no Maracanã para um jogo contra o Ipatinga. Um plano mirabolante que foi alcançado e que rendeu quase R$1milhão aos cofres de São Januário.

Agora esse mago comercial decidiu criar um vídeo e usar o marketing viral para convocar o torcedor para o jogo de sábado, contra o Bahia, apostando na propagação do vídeo como uma forma de encorajar o torcedor a bater recorde de público nos jogos da Série B do Campeonato Brasileiro. Sabe o custo disso aí? Nem vou falar, você não vai acreditar mesmo....

No seu quadrado

| 2 comentários
"Conversei ontem pelo telefone com o presidente do Avaí, Nilson Zunino, o prefeito em exercício, João Batista e a senadora Ideli Salvatti, logo que saíram de uma reunião com o ministro Márcio Fortes, em Brasília. Foram tratar da duplicação da Avenida Diomício Freitas, que resolverá o problema de congestionamentos no Estádio da Ressacada e, consequentemente, no Aeroporto Hercílio Luz. Os três com a mesma empolgação. A obra deve começar no mais tardar em abril de 2010.

O ministro liberou, de cara, R$ 5 milhões. O Avaí já tem o projeto da Prosul, e a senadora entra com a sua força política para fazer a coisa andar nos órgãos competentes. E o prefeito terá, com certeza, o merecido reconhecimento dos torcedores, pela boa vontade. Com o time andando bem em campo, nas mãos de Silas e Luiz Alberto, sobra mais tempo para o presidente administrar o clube. E as notícias boas começam a aparecer".


Você pode pensar que quem escreveu esse texto aí foi algum blogueiro avaiano, mas não foi não. Foi Cacau Menezes em sua coluna de hoje no DC, numa clara demonstração de que quer fazer as pazes com o presidente Zunino, a quem criticou fortemente na semana passada. Isso se chama enquadramento, táx me entendendo? Ainda não nasceu homem nessa cidade pra bater de frente com João Nilson Zunino. Nem eu que sou phodinha e nem você aí, que é phodão.

O Avaí é a Brawn do brasileiro

| 2 comentários
Recebi essa excelente dica do leitor DVPRAMOS acerca do texto de hoje do blogueiro Emerson Gonçalves do Globo Esporte. Nele o articulista faz uma análise da Brawn à partir do Avaí, e vice-versa. Pincei algumas partes mas ele pode ser lido na íntegra em seu blog.

"Estou com uma dúvida: o Avaí é a Brawn do Brasileiro ou a Brawn é o Avaí da Formula 1? Na verdade, nem um nem outro, mas vale pela brincadeira e pelo jogo de palavras. Entretanto, talvez não seja totalmente desprovida de lógica essa colocação. Nem preciso falar das diferenças entre as duas instituições, mas vou falar de duas semelhanças: ambas são novatas (o Avaí na elite da bola no século dos pontos corridos) e ambas são pequenas e contam com poucos recursos financeiros. Finalmente, uma é campeã e a outra não é e tampouco virá a ser, ao menos nesse ano, mas sua campanha é digna de um campeão, principalmente quando olhamos na multidão de nomes impactantes que estão atrás ou ao lado do humilde Avaí (...)

O time do ano no Brasileiro
“Nossa meta é permanecer na Série A, fugir do rebaixamento.” Quantas vezes não ouvi essa frase dita por Silas, o treinador do Avaí, nos últimos meses? Vitória após vitória,e lá vinha ela, igual ou ligeiramente diferente: Nossa meta é escapar do rebaixamento. Nesse final de semana a frase mudou. Com 43 pontos conquistados, a permanência na Série A só não é matemática, pois na prática já está assegurada. E Silas, com todo o direito, já aventou o sonho de conquistar uma vaga na Libertadores. Sim, na Copa Libertadores, pois, novamente, na prática a vaga na Sul Americana já está assegurada.

Com 85% de chance e uma campanha consistente dentro e fora de casa, a Sul Americana é mesmo uma realidade. No momento o time ocupa a 10ª posição no Brasileiro, onde já esteve bem mais alto. Eu mesmo acredito que essa posição é transitória e a posição final na tabela será bem acima dessa. Se vai ser o bastante para uma das ambicionadas quatro vagas para a copa continental eu não sei. Será difícil, mas não aposto contra. Talvez o maior risco que corre o Avaí agora, seja o fato de cinco de seus próximos oito e definitivos jogos serem contra equipes colocadas abaixo dele na tabela, quatro das quais ainda precisando espantar o fantasma do rebaixamento. Esses jogos, como bem sabem Palmeiras e São Paulo, por exemplo, são muito mais difíceis do que contra equipes melhor colocadas. O desespero renova as forças e descarrega litros de adrenalina no organismo (...)

Nesse campeonato, em suas primeiras rodadas, todos passaram a considerar o Avaí uma carta fora do baralho. O rebaixamento era uma certeza para todos os analistas. Eu não sou analista, mas também achava que o time seria rebaixado. Com as derrotas se sucedendo e já com cabeças de treinadores rolando de norte a sul, a de Silas era apenas questão de horas ou de dias, a cada novo insucesso. Surpreendentemente, porém, Silas não rodou, sua cabeça não caiu e de repente começaram as vitórias. Com elas, a manutenção da meta básica e da humildade. Ainda faltam oito rodadas para o final, mas já podemos dizer que conhecemos o resultado. Salvo alguma catástrofe, o Avaí é o time do ano para mim, assim como a Brawn, Button e Barrichello são os caras da Formula 1 em 2009" Fonte Olhar Crônico Esportivo

Terror no Carianos

| 2 comentários
A fofoca rola solta e está rondando a Ressacada com força. Muriqui, Léo Gago e Eltinho “já estão” no Palmeiras, Marquinhos no São Paulo e Silas recebe proposta do Inter com um salário 3x maior. Isso é pra aprender, quam mandou fazer uma boa campanha no campeonato brasileiro?

Fatiado
Muriqui me lembra aqueles cartazes de biologia pregados nas paeredes das salas de Biologia, com desenhos de homens e animais recortados e com legendas por todos os lados. Esse parece ser o caso de nosso
mamífero-atacante, que pertence a um consórcio composto por Avaí, LA Sports, Energy Sports e a Traffic. Nos dias de hoje, Jack, o estripador, provavelmente largaria a quela vidinha medíocre de serial killer e enveredaria pelo mercado do futebol. Devagarinho, com cuidado, tudo em partes, claro.

Mais um capítulo
O presidente Zunino, a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), o prefeito em exercício de Florianópolis, João Batista (PR) e o ministro das Cidades, Márcio Fortes de Almeida participaram ontem de uma reunião em Brasília. O tema foi sobre a duplicação da Avenida Diomício Freitas, aquela que entope a cada jogo do Avaí. Foram buscar os R$19milhões para a obra, mas como teve um corte, voltaram com 5milhões, mas ja dá para começar e licitar a obra nesse ano.

Pitaco
Têm time de "série A jogando provisoriamente na série B" com futebolzinho de série D.

Sai pra lá, Goiás

| 0 comentários
TassioLá e cá, um candidato forte a Libertadores não fez um mísero ponto sobre o Avaí e praticamente já conseguimos nosso principal objetivo: estarmos garantidos na série A do ano que vem. Ok, todos nós já confessávamos há algum tempo que não cairíamos após colecionarmos uma sequência de onze jogos sem perder. Foi ali que demonstramos a todo o Brasil a que viemos. Não quero parecer um mero sonhador ou um idealizador das causas quase-impossíveis (quem sabe sou mesmo), mas ainda digo que nos classificaremos para o GRANDE torneio das Américas. E simplesmente me baseio no que apresentamos contra os “monumentais” times do Cruzeiro, Palmeiras, Botafogo e Goiás, nos tais jogos que não ganhamos arrancamos um empate ou fizemos o adversário arrancar após falhas providenciais. Querendo ou não, nosso time mantém uma regularidade de pontuar sempre e não deixar ninguém da ponta abrir larga vantagem.

Santa Catarina sempre mereceu
A metade da tabela é algo do tipo “não tenho pretensões, porém sou precavido”. Eu afirmaria que esse não é o perfil de um time com uma torcida que clama o tempo todo para ir para cima deles e que tem um treinador como o Silas que é extremamente motivacional. A época de Santa Catarina se contentar com meras migalhas coadjuvantes acabou no ano passado...

Avaí x Sport, o retorno
Literalmente será o retorno do Avaí contra o Sport, e quem diria? Aposto algumas moedinhas que a torcida deles está temendo o Avaí na Ressacada e quem sabe até preocupada com que o técnico Chamusca arme alguma marcação individual aos grandes jogadores do inicial pequeno time do Guga. Como diria o Mano Brown: “Nada como um dia após o outro dia”. Dá-le Leão!
Saudações Azurra, Tássio Leonardo.

Libertadores, ah se sesse

| 3 comentários
Após 30 anos de ausência na série A o torcedor avaiano estava com as barbas de molho desde o início do campeonato brasileiro. Um olho no gramado e outro na tabela. A gente nem queria muito, um 16° lugar na última rodada já estava de bom tamanho. Só que o Avaí surpreendeu a todos, e faltando eternas oito rodadas para a conclusão da disputa, já respiramos aliviados com a certeza de que em 2010 estaremos lá, aqui, enfim, em todos os estádios dos melhores clubes brasileiros. A equipe azurra não consta em nenhuma das estatísticas de queda para esse ano, nenhuma.

A meta da Libertadores
Concordo que se ponha esse objetivo para os atletas avaianos, até porque a gente não precisa de uma equipe desmobilizada assim tão cedo. Embora não escrito, há um acordo ético com o torcedor que quer ver futebol (mesmo) da primeira à última rodada. Não me dou ao luxo de falsas expectativas, na minha opinião perdemos o timing da Libertadores naquela derrota contra o Fluminense no Maracanã. E digo isso não por causa desses 6% de possibilidades pra lá de brochantes, mas vejo que acima de nós estão pelo menos sete cachorros enormes querendo o mesmo pedaço de carne. Descarto o campeão e o Goiás, que pra mim é fogo de palha. Vamos combinar que para quem ficou 30 anos distante da série A, retornar e de cara conquistar a Participação na Copa Sulamericana é um feito e tanto.