Em busca do equilíbrio financeiro

|
O Avaí lança, hoje, a sua campanha de marketing com o objetivo principal de alavancar a sua "carteira de clientes preferenciais" dos atuais 10mil para o respeitável patamar de 15mil associados. Isso significará um aporte financeiro da ordem de até R$ 8 milhões apenas com associados nesse ano. Nada mau. O evento acontecerá no auditório da Ressacada.
Esse assunto ainda está relacionado ao dilema do preço dos ingressos cobrados atualmente no estádio do Carianos, considerado hoje o mais caro do Brasil. Já me posicionei sobre isso em posts anteriores e penso que o problema em ingressos mais acessíveis é que ele permite que o torcedor comum vá ou não ao próximo jogo, o que é péssimo para uma empresa que precisa se planejar com antecedência para seus custos fixos. Com o sócio acontece diferente: indo ou não ao jogo, a grana já está no caixa. O sócio é o “salário fixo” de um clube, e isso é fundamental. Mas o que fazer com o torcedor de menor poder aquisitivo? Felizmente há o meio termo, sempre há. O Castiel chegou na minha frente na postagem de hoje e sugeriu a reserva de 500 a mil lugares para esse torcedor. Simples assim. Há sempre outras boas e novas alternativas, mas para ficarmos no simples, essa é uma alternativa viável.

Um amigo meu, também publicitário, me enviou um e-mail assim que soube do lançamento da campanha e me questionou se o Avaí não está começando de trás pra frente, já que a conquista de associados deve ser consequência de bom atendimento, oferecimento de opções para esse provável consumidor e a aproximação por meio de ações de relacionamento constantes. Obviamente que concordo com ele, mas apenas em parte. O fato é que precisamos começar pelo urgente, que é a obtenção desse equilíbrio financeiro. Só os ricos costumam dizer que dinheiro não traz felicidade, fora estes, apenas os que já não são felizes. Com equilíbrio emocional e uma boa estrutura financeira, toda a diretoria avaiana poderá pensar com muito mais tranquilidade as estratégias que elevarão o Avaí à novos patamares no futebol brasileiro. Como diria o grande e inesquecível herói das galáxias, Buzz Lightyear, "Para o infinito e aléééém".

Nota: agradeço os convites para esse evento recebidos do blogueiro oficial, o Papa Anthony, do Diretor de Marketing do Avaí FC, Amaro Lúcio da Silva, e de Cláudio Dutra, CEO da Marcca Comunicação. Infelizmente não poderei estar presente pois já estarei à caminho de POA para iniciar a visita técnica ao Depto de Marketing do Internacional, previamente agendado.
Imagem by Esteves Júnior

8 comentários:

Marcos disse...

E ai Gerson td certo?
Não seria a nossa costeirinha uma boa opção para esse tipo de torcedores menos favorecidos?Não sei exatamente o que impede a liberação daquele local,como também não sei porque no jogo contra o São Paulo tinha gente ali se o local não é liberado.
Outra questão seria com relação a descontos em produtos do Avai para quem é sócio,acho que isso seria um incentivo a mais para a venda de produtos oficiais somente nas lojas do Avai. O que você acha?
Grande Abraço

Jairo Batistela disse...

cara eu tenho certeza que o Avaí vai encontrar uma opção para esses torcedores mais pobres. o futebol não é um esporte de elite então isso precisa ser levado em consideração. confio no meu time.

zVictor disse...

a frase é 'para o infinito, e além!'

Hugo Castro disse...

É Jairo eu também confio, e acho que com essa nova frente de marketing no Leão as coisas tomarão um rumo bem melhor.

VAMO AVAEE!!! 15 MIL sócios com opções para até quem não é da grande Floripa... issaa!

agora botei fé! ;)

Gerson Santos disse...

Marcos, não tenho certeza, mas me parece que uma Lei (CBF ou FIFA, sei lá) proíbe que se assita aos jogos em pé. Não tenho como pesquisar isso hoje, se alguém souber a razão oficial, help.

Jairo, concordo contigo, afinal pobre também é gente, né não? hehe

zVictor, te devo essa. Grato.

Hugo, o interior do Estado está esperando pela gente.

Tarcisio disse...

Marcos quanto ao desconto isso já existe, na compra de produtos na Avai Store vc apresenta a carteira de sócio e se eu não me engano 10% de desc.

GutoAtherino disse...

Grande Gerson, sugiro uma visita também o Memorial do Gremio. Vale a pena!

Gerson Santos disse...

Guto, valeu pela dica. Se me sobrar tempo dou um pulo lá.

Postar um comentário