Porque é assim?

|
É decepcionante perceber a forma aculturada com que a imprensa de SC, mais especificamente da Capital, trata o nosso futebol. No sábado passado o Avaí fez um jogo histórico, estreando na série A depois de 30 anos de espera. Chega a segunda e o que vemos na capa de um jornal que não é do RS? Uma foto do Internacional de Porto Alegre, que jogou na cidade de São Paulo contra o time reserva do Corínthians.
Eu sei que você pode achar isso irrelevante, argumentar que o jogo do Inter foi no domingo, que no caderno central de esportes é o Avaí que está na capa ou até mesmo que o jornal precisa olhar pela ótica comercial, já que aqui temos muitos gaúchos. Então imagine a mesma situação nos Pampas. Conseguiu imaginar? Pois é, não rola.
Talvez então você entenda porque tivemos apenas 9.174 pagantes na Ressacada para esse mesmo jogo que consideramos tão importante. Aos poucos nossa identidade vai se esvaindo, sob o olhar passivo de todos os catarinenses, de todos os manezinhos da ilha. Não tenho nada contra qualquer estado da Federação, inclusive sou casado com uma gaúcha e sempre que visito seus familiares me encanto com o carinho daquele povo. Só que eu gosto mais de Floripa, das coisas daqui, desse povo que fala "quiném eu". Acho que estão confundindo a minha cidade com Lages, Chapecó ou Xanxerê. Bom, daqui a pouco falamos um pouco mais sobre o jogo de "ontisdonte", entre Avaí e Atlético Mineiro, não tem?

12 comentários:

Sandro disse...

TÔ contigo Gerson,
por isso que de vez em quando falo de farra do boi x rodeio (já até levei uma mijada, não tem... hehehehe). A mídia faz com que nossa cultura, nossos valores sejam deixados em segundo plano e tentam impor "goela abaixo" a cultura de outros locais.
Minha esposa também é gaúcha e fico de bobeira como eles cultuam o que é deles. Aqui já não se vê muito isto, aí a mídia ainda dificulta na descaracterização dos nosso valores, uma hora acabaremos ficando sem identidade.
Saudações Azurras,
Sandro

Marcelo H. Cardoso disse...

Se for levantar todos os aspectos falhos da imprensa de Floripa, daria para escrever um livro - em pelo menos DOIS volumes.

Cresci ouvindo transmissões esportivas no rádio. Lembro, na minha infância, das transmissões do Jorge Curi pela Rádio Tupi do Rio. Naquela época, era até compreensível que os meios de comunicação daqui dessem destaque pros times de fora, já que ter Avaí ou Figueirense disputando uma série A, nos moldes como é hoje, era coisa que nem se sonhava. Os times daqui NUNCA teriam expressão nacional.

Mas hoje esse tipo de comportamento é inaceitável. Junte-se ao exagerado destaque para os gaúchos os "comentaristas de resultado" e os "repórteres de perguntas óbvias" que temos por aqui e está pintado o quadro.

Mané disse...

Perfeito tópico Gerson e digo mais qual patrocinador se animaria vendo que o jornal que circula na região e não destaca o clube que ele investe. Para o Banrisul deve ter sido ótimo ver sua marca estampada na capa de um jornal. Eu caso fosse dono de empresa desanimaria em patrocinar algum clube daqui percebendo essas coisas. Concordas? Abraços

Tullo Cavallazzi disse...

Gerson, desculpe-me o termo, mas como diria o mané, esta capa do "Notícias" foi "de cargar", seria a gripe suína que afetou o raciocínio deles?

Um abraço
Rogério

Gerson Santos disse...

Senhores, participo do pensamento que o melhor de um blog acontece justamente em seus COMENTÁRIOS. O post é só uma boa desculpa para sugarmos algo muito melhor: a opinião valiosa de seus leitores. Lendo o comentário de cada um de vocês só me resta não acrescentar nada... só vou escangalhar.

Norton disse...

Tudo bem que até tem público para essa capa, ontem estava voltando da lagoa no fim de tarde(que estava linda), no centrinho da Lagoa tem um bar que passa jogos e só tinha camisa vermelha vendo o jogo e fazendo um barulho danado.
Mas não tem desculpa o Jornal é de Floripa e tem que mostrar as coisas da cidade. Eles aliás tem a edição de sábado e domingo juntas que circula no sábado. é Jornaleco mesmo.

evefloripa disse...

Gerson, vivo dizendo isso. Os times da capital estariam bem melhores no âmbito nacional, se a nossa imprensa fosse mais incentivadora e menos crítica. Sem contar esses absurdos como o de hoje. Em vez de dar destaque para a estréia do nosso time, que aliás foi uma boa estréia, dar destaque ao Inter é demais. Assim fica difícil ir muito longe mesmo.

SEU CUNHA disse...

Por esse motivo é que não existe investimentos no nosso estado, e não estou falando apenas em futebol.
Tudo porque em termo de mídia temos entre nós gente que pensa pequeno, gente que não valoriza o que é nosso, gente que mais merecia uma surra de gato morto até o bichano miar.
Tudo bem que o Nilmar fez um golaço, e dai? Não é mais importante do que a estreia do Leão e até mesmo do time das Barbies na série B.
Achamos isso um absurdo e imaginamos como é difícil correr atrás de patrocinadores, pudera, quem vai querer investir no que nós não valorizamos?
Escrevi até demais.
Abraços,
Seu Cunha

Rafael F. Botelho disse...

Fala Geeeeersonn

O mais triste de tudo, que é um jornal GENUINAMENTE MANÉ, e teria que bater de frente com o DC gaucho....como falaram ai acima....vai investir em futebol como????

Abração

Rafael Botelho
http://botelhoinformatica.blogspot.com/

Marcos TOTÔ disse...

NÃO COMPRO MAIS ESTE JORNAL DE M...A!!! abraços

FeJaUm disse...

Gerson, são iniciativas como essa que você está fazendo neste post que pode um dia mudar este tipo de coisa. O problema é que os nossos meios de comunicação, que são "contaminados" por outros estados e outras culturas de fora, sempre foram assim e por isso, o nosso povo se acomodou com esta idéia. Vamos aproveitar essa nossa maravilhosa ferramenta, os blogs, para fiscalizar cada vez mais esse pessoal e, consequentemente, incentivar a não compra desses! Só assim, sentindo no bolso, que eles mudarão!

Abraços!
Fábio FeJaUm
www.devirada.com.br

Maykon disse...

E aí marketeiro, beleza?
cara vou falar aqui o que mais ou menos eu disse no blog do Tainha.
Mesmo com o crescimento visível do futebol catarinense nos últimos anos, a imprensa catarinense (da capital, principalmente) continua dando valor ao que os clubes de outros estados fazem.
É verdade que o gol do Nilmar foi uma obra, mas pra quê botar uma foto do inter na capa de um jornal em SC? Por que não dar valor às coisas boas que nós temos ?
A imprensa daqui da Capital, com o seu poder de persuasão poderia deixar de lado esse puxa-saquismo exagerado e apoiar o que a nossa terra de bom, apoiar as coisas que nós temos.
Acho que elas só poderão perceber isso quando nós todos (Alvinegros e Avaianos) conseguirmos nos unir e fazer um grande boicote aos seus meios.
Pode ser que o que eu esteja falando seja uma grande besteira, pode ser que essa ideia não resulte em nada, mas podemos começar a pensar em alguma coisa pra eles perceberem que aqui não é uma colônia do RS, de SP ou do RJ. Eles têm que perceber que aqui é um lugar onde o futebol tá crescendo e que nós precisamos do apoio dos meios de comunicação pra conseguirmos chegar a lugares ainda melhores.
Abraço

Postar um comentário